Secretaria de Obras identifica problema que pode ser causador de alagamentos no Centro

Secretaria de Obras identifica problema que pode ter sido causador de alagamentos no cruzamento da Felipe Schmidt com a João Bauer

Outras notícias da semana

Hospital Dom Joaquim e Fundação de Esportes são beneficiados com verba parlamentar

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (13), no gabinete do prefeito Ari Vequi, foi anunciada emenda parlamentar impositiva do deputado estadual, Fernando Krelling,...

Novo diretor do Sine de Brusque elenca prioridades a frente do órgão em 2021

O novo diretor do Sistema Nacional de Empregos (Sine) de Brusque, Waldir da Silva Neto (Neto), foi anunciado no início deste mês como responsável...

Benefícios do INSS acima de um salário mínimo têm reajuste de 5,45%

O Ministério da Economia publicou hoje (13) no Diário Oficial da União (DOU) portaria que oficializa o reajuste de 5,45% das aposentadorias e benefícios acima de um...

Prefeitura de Guabiruba divulga boletim epidemiológico desta quinta-feira, 14

De acordo com a Prefeitura de Guabiruba, sete novos casos foram confirmados, sendo 3 mulheres e 4 homens. Os testes foram coletados por teste...

Secretaria de Obras identifica problema que pode ter sido causador de alagamentos no cruzamento da Felipe Schmidt com a João Bauer 

Na manhã deste domingo (10), a Secretaria de Obras realizou uma intervenção no cruzamento das ruas João Bauer com a Felipe Schmidt. No local havia um problema de alagamento, que até atingia as residências, cada vez que chovia com maior intensidade na área central. Os transtornos eram constantes, e não só interditavam o trânsito, como atingia residências e comércios.

Cruzamento da Felipe Schmidt com a Joao Bauer
Cruzamento da Felipe Schmidt com a João Bauer. (Foto: Divulgação Especial)

O Secretário de Obras, Ricardo de Souza, explica que foi detectado um problema que pode ser o responsável pelos alagamentos. “Nós tínhamos um problema crônico no local. Qualquer chuva de maior intensidade colocava água nas residências e comércios, chegando a uma altura de 70 a 80 centímetros de água.

Obras
Bocas de lobo eram ligadas às galerias com um tudo de 20 centímetros. (Foto: Divulgação / Especial)

Um estudo feito pela equipe técnica mostrou que as caixas de captação (bocas de lobo), eram ligadas às galerias com um tudo de 20 centímetros, o que é considerado por Ricardo como um tubo insuficiente. “Fizemos a intervenção, e faremos a troca de cinco bocas de lobo e vamos fazer a ligação delas com a galeria existente ali com tubos de 40 centímetros. Acredito que, se não solucionar totalmente, vai amenizar, muito, o problema de enxurradas que tínhamos naquele local ali”, diz.

Últimas postagens

Diretora do Santuário Santa Paulina fala sobre programação para celebrar 15 anos da dedicação

Durante o mês de janeiro uma programação especial foi desenvolvida para celebrar os 15 anos da Dedicação do Santuário Santa Paulina, em Nova Trento....

Santa Catarina tem saldo de mais de 115 mil empresas abertas em 2020

Mesmo com o impacto da pandemia da Covid-19 na economia, Santa Catarina segue firme com o perfil mais empreendedor do Brasil. E os números...

Prefeitura de Brusque realiza formação de lideranças

A Prefeitura de Brusque, por meio da Escola de Administração Pública (ESAP), realiza durante o mês de janeiro, o I Workshop Desenvolvimento de Lideranças....

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta sexta-feira (15)

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (15), aponta que Brusque tem 14.755 casos confirmados de Covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 74...

Endorfina – Resultado de 15 de janeiro de 2021

Par de ingressos Cine Gracher. Compre seu ingresso antecipado no cinegracher.com.br *** Ganhadora: Taynara Zeitz ***
Publicidade
WhatsApp chat