Multa para pedestres e ciclistas é revogada

"O Conselho entendeu que o assunto exige discussões que envolvem engenharia, educação e fiscalização de trânsito", disse o Contran, em comunicado.

Publicidade
Utilidade pública

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) revogou nesta sexta-feira (1) resolução que previa aplicação de multas para pedestres e ciclistas. Penalidades estavam previstas para começar a valer a partir de 1° de março.

“O Conselho entendeu que o assunto exige discussões que envolvem engenharia, educação e fiscalização de trânsito”, disse o Contran, em comunicado.

As punições estão previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 1997, mas nunca foram praticadas por falta de regulamentação de como seriam feitas. Em 2017, o Contran definiu as regras para que as multas fossem aplicadas, e o primeiro prazo estipulado foi para 2018.

Multas
O Conselho entendeu que o assunto exige discussões que envolvem engenharia, educação e fiscalização de trânsito. (Fotos: Marcelo Brandt/G1)

Depois, em 2018, o inicio para as multas foi adiado para 2019 e agora sua aplicação está revogada.

“Antes de estabelecer sanções, deve-se promover efetiva campanha educativa para que todos os envolvidos no trânsito respeitem aqueles que são mais vulneráveis e que eles próprios saibam como ter uma atitude preventiva de acidentes”, complementou o órgão de trânsito.

Publicidade
Últimas notícias

ACIBR e poder público avançam na discussão para novo acesso entre Brusque-Guabiruba

O Núcleo de Empresários de Guabiruba, vinculado à Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), realizou na tarde de ontem, 21...
Publicidade
WhatsApp chat