Diretor de Ensino e presidente do Grêmio Estudantil do IFC Brusque falam ao Jornal da Diplomata

Diretor de Ensino e presidente do Grêmio Estudantil do IFC Brusque falaram em entrevista ao vivo na edição desta quarta-feira (15), no Jornal da Diplomata, sobre o que pode representar cortes de verbas do governo federal para as instituições de Ensino Superior.

Outras notícias da semana

Diretor de Ensino e presidente do Grêmio Estudantil do IFC Brusque falaram em entrevista ao vivo na edição desta quarta-feira (15), no Jornal da Diplomata, sobre o que pode representar cortes de verbas do governo federal para as instituições de Ensino Superior.

Notícia publicada nesta terça-feira (14), pelo jornal O globo, diz que com vídeos didáticos, nos quais usou chocolates e um quadro branco para fazer cálculos, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o contingenciamento do orçamento das instituições federais de ensino superior foi de 3,5% — percentual muito menor do que os 30% que o próprio MEC havia mencionado em nota oficial e que ganhou ampla repercussão.

A discrepância entre os percentuais se deu porque os 30% de bloqueio se referem não ao orçamento total das universidades, mas apenas à verba para despesas discricionárias — as não obrigatórias, que incluem pagamento de contas de luz, telefone e água, de terceirizados (como funcionários responsáveis por limpeza, segurança e manutenção) e investimentos (incluindo pesquisas).

Segundo a matéria, o governo diz que, as despesas discricionárias correspondem a 20% do orçamento total das universidades — foi sobre esses 20%, portanto, que o MEC aplicou um bloqueio de 30%, o que correspondeu a R$ 1,7 bilhão congelados até que a economia melhore, segundo Weintraub vem argumentando.  Os outros 80% da verba das federais, que incluem os salários de funcionários e pagamentos de aposentadorias, não entram na conta do contingenciamento.

Trazendo pontualmente para nossa escola federal que é o Instituto Federal catarinense (IFC) Campus Brusque, quem falou ao Jornal da Diplomata sobre o assunto foram: Júlio Cesar Pedroso, que é diretor de Ensino, e João Guilherme Comandolli Jordão, presidente do Grêmio Estudantil da instituição.

IFC Brusque
Júlio Cesar Pedroso e João Guilherme Comandolli Jordão no Jornal da Diplomata. (Foto: Diplomata FM)

Confira entrevista concedida a Sergio Ferreira!

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat