Prefeitura libera recursos de convênios para APAE e Escola Charlotte

Publicidade
Utilidade pública

A Prefeitura de Brusque, por meio da Secretaria de Saúde, firmou na tarde desta quarta-feira (23) dois convênios que somados chegam na ordem de R$ 140 mil. A iniciativa atende a demanda de entidades que cunho social e assistencial, que além de prestarem serviços educacionais, atuam também com atendimentos de saúde aos alunos. O ato de assinatura foi no Gabinete do Prefeito Jonas Paegle, onde também estiveram o Secretário Municipal de Saúde, Humberto Martins Fornari, bem como os diretores das entidades beneficiadas.

Segundo o prefeito, os recursos para as instituições acompanha o crescimento da cidade. Paegle lembrou que a medida que Brusque avança em outros indicadores e no número de população, a demanda também aumenta nas entidades sociais. “O poder público, precisa estar atento e auxiliando quem realmente presta o serviço social. Nosso dever é contribuir com essas entidades, já que na maioria das vezes esses atendimentos já são sanados internamente, trazendo menos sobrecarga na rede pública”, comenta o chefe do poder executivo.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Brusque, vai receber R$ 85 mil, divididos em seis parcelas. Já para a Escola Charlotte, que também atua com  pessoas com deficiências, o valor é de R$ 55 mil, também fracionados em seis parcelas. Os recursos serão destinados para a manutenção operacional e financeira das entidades, e o pagamento se dará após a prestação de contas dos serviços.

O Secretário de Saúde, Humberto Fornari, lembra que as entidades filantrópicas que apresentem projetos e têm sua documentação em dia, podem a vir a receber recursos do município, mediante aprovação do Conselho Municipal de Saúde. “Nós da Secretaria de Saúde, entendemos que essas organizações que historicamente sempre cumpriram seu papel, ofertando as pessoas com uma ou mais deficiência, são merecedoras dessas verbas, que muito irá auxiliar em seus orçamentos.”

A Utilização dos Recursos

Para o presidente da APAE, Sebastião Ernani Poia, a verba que chega no final de ano e começo de 2020, vai garantir o fechamento de caixa e, também, manter o fluxo de atendimento normal até dezembro. “Nós já estamos reivindicando esses recursos desde o primeiro semestre. Além dos atendidos, temos fila de espera e agora, queremos fortalecer ainda mais a APAE. Esse convênio vem em momento oportuno”, comemora Poia.

Já a fundadora da Escola Charlotte, Bernadete Rocha, explica que mesmo com toda a diretoria realizando o trabalho voluntário, os professores e demais profissionais são remunerados e os repasse irão auxiliar principalmente para a folha de pagamento. “Temos uma despesa de mais de R$ 30 mil e nós agradecemos a prefeitura por esse repasse que vai manter o atendimento de mais de 30 crianças e jovens”, pontua.

Publicidade
Últimas notícias

Sábado (16) terá três ações diferentes de promoção e prevenção em saúde

O sábado (16), será de importantes atividades na área da saúde, em Brusque. Três ações principais nortearão os atendimentos...
Publicidade
WhatsApp chat