Serviço de atendimento as vítimas de violência sexual de Brusque inicia atividades

Serviço de atendimento as vítimas de violência sexual de Brusque inicia atividades

Publicidade
Utilidade pública

Foi lançado e apresentado nesta terça-feira (29) o Serviço de Atenção Integral as Pessoas em Situação de Violência Sexual (SAVS), célula da Secretaria de Saúde de Brusque que terá atendimento exclusivo as vítimas. A cerimonia, no auditório da Uniasselvi, contou com a presença de autoridades municipais e estaduais, representantes de entidades e profissionais do setor.

Serviço de atendimento as vítimas de violência sexual de Brusque inicia atividades. (Foto: Divulgação / Prefeitura de Brusque)

O programa vai atuar em parceria com os setores da segurança pública e outros serviços em saúde, formando uma rede intersetorial com o objetivo de dar todo o suporte necessário aos pacientes. Na estrutura municipal, a equipe multidisciplinar é formada por uma médica, enfermeira, psicóloga e assistente social. Polícias Civil e Militar, Instituto Geral de Perícia, Ministério Público, hospitais, Conselho Tutelar, entre outros órgãos, vão atuar em parceria.

O Vice-prefeito Ari Vequi ressalta que a iniciativa é uma importante etapa na busca do acolhimento das vítimas de violência sexual. “A Secretaria de Saúde, durante muito tempo, buscou criar uma equipe que pudesse dar esse respaldo e, junto com a sociedade organizada, irão acolher e prestar o melhor atendido necessário a esses pacientes”, comenta Vequi.

Serviço de atendimento as vítimas de violência sexual de Brusque inicia atividades. (Foto: Divulgação / Prefeitura de Brusque)

Durante a solenidade o Secretário de Saúde, Humberto Fornari, lembrou que as vítimas de violência sexual são atingidas muito mais por cicatrizes e traumas psicológicos do que a dor física. “Hoje de maneira pontual, estamos começando com esse novo serviço, que vai servir de ponto de referência e acompanhamento, interagindo com outros organismos dos setores da saúde, da segurança púbica e do judiciário”.

Cerca 82% dos casos de violência sexual tem algum laço familiar ou afetivo e ainda, 92% das vítimas são do sexo feminino. A constatação é da Promotora Pública da Comarca de Brusque, Susana Perín Carnaúba, uma das incentivadoras e apoiadoras da criação do SAVS. Ela explica que quem sofreu a violência, muitas vezes por medo ou constrangimento, não procura os organismos de segurança. Porém, com esse serviço sendo ofertado pela Secretaria de Saúde, haverá um acolhimento e tratamento rápido e eficaz. “Essas pessoas precisam de um tratamento específico, uma vez como vítimas, a violência sexual traz reflexos para toda a vida, inclusive na formação da estrutura familiar”, completa.

O SAVS atende de segunda a sexta-feira, entre 8h e 17h, no segundo andar do prédio da Policlínica Central, defronte o Terminal Urbano de Brusque. O telefone de contato é o (47) 3255 6800, ramal 6898.

Serviço de atendimento as vítimas de violência sexual de Brusque inicia atividades. (Foto: Divulgação / Prefeitura de Brusque)
Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Brusque abre agendamento para vacina a pessoas com 33 anos ou mais

Imunização deste público ocorre na quinta-feira, dia 05, nos dois Centros de Vacina A Prefeitura de Brusque, por meio da...
Publicidade
WhatsApp chat