Publicidade

Hospital Dom Joaquim abre suas portas para população nos finais de semana e feriados

Convênio com a prefeitura de R$ 7,8 milhões prevê parceria por 14 meses, até o final de 2020

Outras notícias da semana

Inicia nesta sexta-feira (1) o atendimento do Pronto Socorro do Hospital Dom Joaquim a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) durante os finais de semana, período de maior procura para casos de urgências e emergências. A iniciativa foi uma conquista da prefeitura de Brusque, que através da Secretaria de Saúde, conseguiu firmar convênio com a instituição que vai desafogar a até então única unidade hospitalar da cidade, o de Azambuja, que vinha registrando alta demanda nesses períodos. A expectativa é que entre 300 e 400 pacientes sejam acolhidos entre as 18h de sexta-feira até as 22 horas de segunda-feira, inclusive nas vésperas e feriados nacionais.

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, comenta que com o crescimento da cidade, somado aos moradores de outros municípios que procuram o Azambuja, levaram o Poder Executivo a buscar essa alternativa para o bem-estar da população. “Hoje temos uma sobrecarga na procura do único hospital credenciado. Esse convênio com o Dom Joaquim, vai permitir que o cidadão brusquense tenha uma segunda opção nos finais de semana e feriados”, comenta, completando que “quando assumimos o governo, encontramos grandes desafios na área da saúde, mas agora, estamos conseguindo superar essas dificuldades”.

O Vice-prefeito Ari Vequi, diz que a maior reclamação dos munícipes está relacionado ao Pronto Socorro, principalmente nos sábados e domingos quando as Unidades Básicas de Saúde (UBS) não estão atendendo, sobrecarregando a unidade hospitalar na urgência e emergência. “Quero pedir a população ao entorno do bairro Dom Joaquim, ou a moradores de outros bairros que procuram os serviços de saúde para casos não tão graves, que se dirijam ao Dom Joaquim, para diminuir os encaminhados para o Azambuja. Com essa proposta, vamos avançar em muito na oferta dos serviços médicos de Pronto Socorro em nossa cidade”, completa.

Já o pároco do bairro Dom Joaquim e presidente do hospital, Padre Valdir Prim, a iniciativa vai ao encontro do pedido das famílias da comunidade, que há tempo esperavam o atendimento público da instituição. “Queremos evitar o deslocamento de nossos moradores para o Azambuja. Estando mais perto, vamos cumprir nosso papel de uma instituição cristã preocupada com a nossa gente”.

Hospital Azambuja diz que a espera vai diminuir

O administrador do Hospital de Azambuja, Evandro Rosa, lembra que com o crescimento da população, Brusque precisava de uma segunda opção de no Pronto Socorro, para amenizar o tráfego de pacientes. “Tenho que elogiar a iniciativa da Prefeitura e do Hospital Joaquim que sem dúvidas, vai aliviar nossa sobrecarga nos finais de semana, quando as UBS não estão atendendo”. Roza lembra ainda que o Azambuja, atende em média 7,5 mil pacientes por mês e com essa opção, vai desafogar a procura no Pronto Socorro.

O convênio da prefeitura de Brusque com o Hospital Dom Joaquim começou a ser construído nos últimos dois anos e demandou ajustes e conversas entre as partes. É o que lembra o Secretário Municipal de Saúde, Humberto Martins Fornari. “Nesse primeiro momento conseguimos a conquista de nos finais de semana e feriados, mas queremos avançar e possibilitar que a instituição atue durante 24h atendendo a todos em médio e longo prazo”, comenta.

SourceRedação

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat