Fundação Cultural realiza lançamentos de projetos aprovados no Fundo de Apoio à Cultura

Ao todo, serão lançadas três propostas para apreciação do público brusquense

Publicidade
Utilidade pública

A Fundação Cultural de Brusque promove o lançamento de três eventos aprovados pelo Fundo de Municipal de Apoio à Cultura. Com entrada gratuita, eles acontecem ainda no mês de novembro.

O primeiro projeto a ser lançado trata sobre o centenário do Padre Raulino Reitz. A solenidade acontece dia 20 de novembro, quarta-feira, no complexo de Azambuja, iniciando às 19h com uma santa missa em ação de graças pela vida e obra do padre Raulino.

Em seguida, no teatro do Seminário de Azambuja, acontece a abertura da exposição e lançamento do livro Flagelo da Malária em Brusque, do autor Aloisius Lauth. Encerrando a noite, às 20h30, haverá a conferência Em Defesa das Florestas Brasileiras, com o professor Lauro Bacca, mestre em Ecologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia.

O padre Raulino Reitz foi um grande botânico, reconhecido nacionalmente por sua obra e também por seu estudo sobre a malária e bromélias. Além disso, ele também foi superintendente e presidente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, um dos fundadores da FATMA, atual Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA SC), além de educador no Seminário de Azambuja e um dos fundadores e organizadores do Museu Arquidiocesano.

O segundo lançamento é a estreia e exibição do curta-metragem “De Onde Vim”, dia 19 de novembro, durante a Semana da Consciência Negra, na Fundação Cultural de Brusque. A produção, com direção de Sérgio Azevedo, conta a história de imigrantes haitianos que residem em Brusque e a relação deles com a professora que se dedica a ensiná-los a língua portuguesa.

O terceiro é a Semana Hilda Hilst, com início dia 25 de novembro e seguindo até dia 29, no Museu Casa de Brusque. Ele tem início, todos os dias, às 19h30. De segunda (25) a quarta-feira (27) acontecem os saraus: Como ler Hilda? A Obscena Senhora D e Da Morte, Odes Minímas. Na quinta-feira (28), haverá a apresentação do documentário Às Palavras de Hilda e dia 29, sexta-feira, a cine-estreia Hilda Hilst Pede Contato.

Hilda Hilst foi uma poeta, dramaturga e cronista, considera pela crítica especializada uma das maiores escritoras da língua portuguesa do século XX.

“Assim, o edital do fundo municipal de apoio a cultura cumpre o objetivo que é fomentar a cultura local, a atividade e produção artística local e claro democratizar o acesso aos bens culturais para a população de Brusque”, comenta Igor Alves Balbinot, coordenador da Fundação Cultural de Brusque.

Ao todo, serão lançadas três propostas para apreciação do público brusquense. (Foto: Divulgação / Prefeitura de Brusque)
Publicidade
Últimas notícias

Brusque registra 321º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registrou, neste sábado (16), o óbito de número 321 associado ao coronavírus. Trata-se de uma mulher de 70...
Publicidade
WhatsApp chat