Bombeiros combatem incêndio em vegetação e alerta população para riscos

Outras notícias da semana

Por volta das 12h desta quinta-feira (12), o Corpo de Bombeiros de Brusque foi acionado para atender um incêndio em vegetação na rua Augusto Klabunde, no Bairro Águas Claras. Quando a guarnição chegou no local, percebeu que se tratava de um incêndio causado por uma limpeza de terreno, visto que havia um amontoado de capim, folhas incendiados, pneus e plásticos, se alastrando para um terreno próximo, até na rua Henrique Knihs, queimando aproximadamente 500 m², sendo salvos mais de 1500 m² de vegetação.

Foram utilizados no combate ao incêndio cinco bombeiros e equipamentos como batedor, soprador e um drone.

“Infelizmente, há pessoas que não possuem o bom senso de realizar uma limpeza adequada. Os lixos devem ser descartados em local específico para tal e a mata. Orientamos a não queimar, visto que esta é a época mais quente do ano e que mais acontecem incêndios em vegetação. Devido a baixa umidade, o calor elevado, horário com maior vento, falta de limpeza adequada ao redor do lugar a se queimar e o não monitoramento da queima, podem causar grandes estragos ao meio ambiente, bens e vidas”, alertou o Corpo de Bombeiros em nota.

A guarnição, identificando o responsável, acionará a Polícia Militar para providências cabíveis.

Segundo reza o Código Penal Brasileiro, em seu Art. 250 – Causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem:

Pena – reclusão, de três a seis anos, e multa.
Aumento de pena
§ 1º – As penas aumentam-se de um terço:
I – se o crime é cometido com intuito de obter vantagem pecuniária em proveito próprio ou alheio;
II – se o incêndio é:

h) em lavoura, pastagem, mata ou floresta.

Foram utilizados no combate ao incêndio cinco bombeiros e equipamentos como batedor, soprador e um drone. (Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat