Cadáver masculino é encontrado no rio; corpo está no IML e aguarda reconhecimento

Sem sinais de violência, cadáver passa por perícia para identificar as causas da morte

Publicidade
Utilidade pública

Um corpo de um homem, ainda não identificado, foi localizado preso a galhos embaixo da ponte Mário Olinger (Ponte dos Bombeiros) na manhã deste domingo, 22 de dezembro.

Era por volta de 5h50 quando um pescador avistou o corpo no Rio Itajaí-Mirim e foi até a base do Corpo de Bombeiros pedir ajuda. Ao chegar até o local indicado, os profissionais encontraram o corpo boiando no rio, em avançado estado de putrefação, o que indica que já está em óbito há cerca de dois dias.

O corpo foi retirado do rio por mergulhados do Corpo de Bombeiros, pela Avenida Bepe Rosa (margem direita), e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Brusque pelos profissionais do Instituto Geral de Perícias (IGP). A Polícia Militar também auxiliou no atendimento. Sem sinais de violência aparente, o corpo passa por perícia para identificar a causa da morte.

Corpo aguarda identificação no IML

Ainda sem identificação da identidade no IML, o cadáver aparenta ter entre 20 e 30 anos, possui tatuagens e alargadores nas duas orelhas. O Instituto Médico Legal aguarda identificação para posterior liberação do corpo.

Sem sinais de violência, cadáver passa por perícia para identificar as causas da morte. (Foto: Pedro Paulo Angioletti / Especial)
Sem sinais de violência, cadáver passa por perícia para identificar as causas da morte. (Foto: Pedro Paulo Angioletti / Especial)
Publicidade
Últimas notícias

Secretário da Fazenda e Gestão Estratégica fala sobre ações e próximos passos da administração

Na manhã desta terça-feira, 27, o Jornal da Diplomata recebeu o secretário municipal de Fazenda e Gestão Estratégica, William...
Publicidade
WhatsApp chat