Combate a incêndio em empresa têxtil de Botuverá se estende por mais de 15 horas

São equipes de Brusque, Botuverá e Gaspar, entre bombeiros militares e comunitários e brigadistas da empresa, além de sete viaturas e e caminhões de apoio.

Publicidade
Utilidade pública

Desde às 23h de terça-feira (24), um intenso trabalho de combate a incêndio é registrado no município de Botuverá. Assim como no dia 2 de fevereiro, quando a empresa Vargas Têxtil foi atingida por um incêndio, também de grandes proporções, diversas equipes atuam na linha de frente para tentar controlar o incêndio e deixar o local em segurança. São equipes de Brusque, Botuverá e Gaspar, entre bombeiros militares e comunitários e brigadistas da empresa, além de sete viaturas e e caminhões de apoio.

A empresa, localizada na rua Francisco Vicentini, foi atingida desta vez em toda sua estrutura. De acordo com o Corpo de Bombeiros, quando as primeiras equipes chegaram no local, no final da noite de terça-feira, constataram que o incêndio atingiu o setor de fiação da empresa e se expandiu para o depósito de fardos de algodão.

O incêndio estava em desenvolvimento completo, com danos estruturais em parte do telhado, em parte do maquinário têxtil e parte das colunas e das paredes, atingindo em torno de nove mil metros quadrados dos cerca de 18 mil metros quadrados da edificação.

Havia risco iminente de propagação dos outros setores da indústria, bem como para outra empresa têxtil, com cerca de dois mil metros quadrados, que também continha depósito com fardos de algodão.

As guarnições isolaram a área e iniciaram o combate a fim de evitar que o incêndio se propagasse para os demais blocos da indústria e para a edificação vizinha. Houve reforço de um caminhão de Combate a Incêndio do Corpo de Bombeiros Militar de Gaspar e de parte do efetivo que trabalha no setor administrativo do Corpo de Bombeiros Militar em Brusque, além de um caminhão/bomba da Prefeitura Municipal de Botuverá.

Com o uso de máquina escavadeira de grande porte, foi retirado parte dos fardos de algodão, a fim de evitar a propagação para os outros setores da indústria. Ao amanhecer, com o uso da mesma máquina, foi possível acessar outros setores e minimizar o risco de propagação, haja vista que possibilitou aos Bombeiros a aproximação com mais segurança e, com o combate direto às chamas e ao calor, os riscos foram retrocedendo, porém, sem ainda cessar por completo o incêndio.


Mais informações serão repassadas ao final da ocorrência.

Acompanhe imagens do combate ao incêndio.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim da Covid-19 deste sábado, 12, informa óbito e 70 novos casos

COVID-19 – Boletim epidemiológico 12 de junho 70 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h O novo...
Publicidade
WhatsApp chat