Professora da UNIFEBE publica artigo em revista científica renomada

Karline Beber Branco foi coautora de uma pesquisa em educação, publicada na revista Cocar da UEPA

Outras notícias da semana

Entidades realizam reuniões com oficial interventora do Registro de Imóveis e juiz corregedor para debater melhorias e celeridade nos processos

A última semana de novembro foi marcada por duas reuniões importantes na cidade de Brusque, em que o tema principal gerou em torno dos...

Médico Phelipe de Souza comenta sobre a segunda onda da Covid-19

O médico alergista e imunologista Phelipe de Souza falou ao Jornal da Diplomata na manhã desta quinta-feira, 26, sobre os impactos da segunda onda...

COVID-19: Boletim epidemiológico de 28 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 173 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.865 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Brusque é goleado em casa pela Série C do Brasileiro

O Brusque FC foi massacrado pelo Volta Redondo em pleno estádio Augusto Bauer, na tarde deste sábado, 28, em jogo valido pela penúltima rodada...

A professora do Colégio UNIFEBE e do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE), Karline Beber Branco, publicou na revista Cocar seu artigo científico sobre a relação de alunos e professores do ensino médio com os saberes escolares. A pesquisa foi publicada no periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Pará (UEPA).

Karline foi coautora do artigo desenvolvido durante o mestrado com a orientação do professor Edson Schroeder e buscou, por meio da pesquisa, entender o sentido que existe para um aluno estudar e aprender os saberes escolares, associados às disciplinas. Do mesmo modo, a pesquisa visou compreender como os professores se relacionam com esses saberes e ainda como as relações de ambos os sujeitos se entrelaçam na dinâmica da sala de aula, envolvendo dimensões psicológicas e sociais. Os autores usaram a teoria de Bernard Charlot para embasar a pesquisa.

“Estamos muito felizes de contribuir com um artigo que busca acrescentar mais compreensões sobre nossa educação. Nesses tempos difíceis, mas que nos mostram a importância da ciência e o quanto ela nos orienta, se usada para o bem, vemos a relevância de investir em pesquisas, principalmente em nossas universidades”, enfatiza Karline Beber Branco.

Pesquisas Científicas na UNIFEBE

A UNIFEBE também investe na geração de novos conhecimentos e registrou em 2019, mais de mil ações científica, entre artigos e produções publicadas, participações em congressos e eventos, pesquisa e orientações, trabalhos técnicos, feiras e exposições culturais.

A supervisora de Pesquisa, professora Rafaela Bohaczuk Venturelli Knop, destaca que todo trabalho desenvolvido tem por objetivo estimular os acadêmicos a se tornarem jovens pesquisadores. “Nos preocupamos com a qualidade do ensino e em utilizar os conhecimentos científicos em prol do desenvolvimento de Brusque e região. É nesse sentido que a instituição incentiva pesquisas nos cursos de Graduação e Pós-Graduação, despertando a curiosidade nos acadêmicos com o auxílio de profissionais pesquisadores”, salienta Rafaela.

Últimas postagens

COVID-19: Boletim epidemiológico de 28 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 173 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.865 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Brusque é goleado em casa pela Série C do Brasileiro

O Brusque FC foi massacrado pelo Volta Redondo em pleno estádio Augusto Bauer, na tarde deste sábado, 28, em jogo valido pela penúltima rodada...

Recadastramento de aposentados está suspenso até o fim do ano

 A exigência da prova de vida anual de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está suspensa até o fim do...

Homem fica ferido após tombamento de caminhão no bairro Limeira

Por volta das 19h30 de sábado, 27, o serviço de segurança da cidade atendeu um tombamento de caminhão na Rua José Walendowski, bairro Limeira....

Obituário de sábado 28 de novembro

Funerária Guabiruba Faleceu às 15h40 de sexta-feira, 27, Maria Marlene Mosimann, 59 anos, que morava na Rua Antônio Carminati, São Pedro. Corpo velado na capela...
Publicidade
WhatsApp chat