Deputados protocolam pedido de impeachment do Governador Moisés

Outras notícias da semana

Médico Phelipe de Souza comenta sobre a segunda onda da Covid-19

O médico alergista e imunologista Phelipe de Souza falou ao Jornal da Diplomata na manhã desta quinta-feira, 26, sobre os impactos da segunda onda...

Retorno às aulas presenciais na região é tema de reunião

Na tarde desta terça-feira (24) foi realizada no gabinete do prefeito Jonas Paegle uma reunião para discutir o cenário para retorno das aulas presenciais...

CDL e Centro empresarial promovem coleta de lixo eletrônico a partir de 30/11

O Brasil é o maior produtor de lixo eletrônico entre países emergentes e em desenvolvimento, resultando em 96,8 mil toneladas de resíduos ao ano....

Bandeirante sedia competição nacional de Beach Tennis

As quadras de Beach Tennis da Sociedade Esportiva Bandeirante serão palco do Circuito BRB, organizado pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT). A competição será...

Conforme destacado na edição desta terça feira (12) no Direto da Redação, Deputados estaduais discutiram durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa a possibilidade do impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), sendo um deles protocolado ao presidente da Casa durante o horário dos partidos políticos, pelos deputados Ana Campagnolo (PSL) e Mauricio Eskudlark (PL).

O pedido leva em conta as ações tomadas por Moisés desde o início da pandemia da Covid-19, como a aquisição dos 200 respiradores artificiais sem licitação e os decretos restritivos. Este pedido foi elaborado pelos advogados, Claudio Gastão da Rosa Filho cujo um vídeo explicativo sobre o pedido foi apresentado durante a explanação da deputada na sessão, Joel Domingues Pereira filho advogado brusquense e Thiago Silva Alves Moreira.

Pouco antes do início da sessão, o deputado Ivan Naatz (PL) também havia protocolado outro pedido de impeachment do governador e da vice-governadora Daniela Reinehr. Ele se baseia na decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC), proferida na segunda-feira (11), que sustou a equiparação dos vencimentos dos procuradores do Estado com os salários dos procuradores da Assembleia.

O pedido de Naatz segue o mesmo teor do apresentado em janeiro pelo defensor público Ralf Zimmer Junior, que considerou que houve crime de responsabilidade na concessão de reajuste aos procuradores, em 2019, visando à equiparação dos salários.

Agora os dois pedidos seguem os trâmites legais dentro do que diz o regimento da Assembleia Legislativa.

Texto: Sérgio Ferreira

Últimas postagens

Caminhão guincho atinge poste na Rua Florianópolis

Um caminhão guincho atingiu um poste de energia elétrica, de grande porte, na madrugada desta sexta-feira, 27. A colisão provocou queda no fornecimento de...

Manhã Mais – sorteio de 27 de novembro.

Guirlanda de natal com flores Naturais da Barni Garden Center. Visite o Espaço de natal que Barni preparou pra você levar o melhor...

Covid-19: Prefeitura de Brusque edita novo Decreto com restrições, após matriz vermelha em SC

A Prefeitura de Brusque editou no final da tarde desta quinta-feira (26) o Decreto número 8.789, que dispõe sobre as medidas de prevenção e...

COVID-19: Boletim epidemiológico de 26 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 206 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.385 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Bandeirante sedia competição nacional de Beach Tennis

As quadras de Beach Tennis da Sociedade Esportiva Bandeirante serão palco do Circuito BRB, organizado pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT). A competição será...
Publicidade
WhatsApp chat