Senado aprova projeto que suspende cobranças de empréstimos consignados durante a pandemia

A matéria segue agora para a análise da Câmara dos Deputados e logo após para a sanção presidencial.

Outras notícias da semana

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta quinta-feira (19)

A cidade de Brusque registrou 122 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Agora são 7.262 casos confirmados, sendo que 6.755 são considerados...

Samae informa desabastecimento nesta sexta-feira

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Brusque (Samae) comunica que a região abastecida pela Estação de Tratamento Central - ETA pode...

Diretor da Fundação Cultural fala sobre projetos habilitados através da Lei Aldir Blanc

O resultado da fase de habilitação do edital para a distribuição dos recursos da Lei de Emergência no município de Brusque, já está disponível...

UNIFEBE promove gincana virtual com terceirões de Brusque e região

Em uma semana os estudantes do 3º ano do Ensino Médio das escolas de Brusque e região serão desafiados a pôr à prova a...

O Senado aprovou na quinta-feira (19), com o apoio do senador Dário Berger, o projeto de lei (PL 1.328/2020) que suspende por 120 dias o pagamento das prestações de crédito consignado durante a pandemia. A medida vai beneficiar aposentados e pensionistas de todo o país, servidores e empregados públicos e do setor privado, ativos e inativos.

O projeto já havia sido pautado no dia 20 de maio, mas foi retirado pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre, e retornou à pauta após apelo do senador Dário, que é autor de uma proposta com o mesmo teor do PL 1328, e tramitava em conjunto. A matéria segue agora para a análise da Câmara dos Deputados e logo após para a sanção presidencial.

“A aprovação desse projeto foi um grande passo de bom senso e justiça social nesse momento. Certamente dará um fôlego financeiro especialmente aos idosos, aposentados e pensionistas que viram suas rendas despencarem e suas despesas aumentarem, tendo em vista que muitos precisam ajudar suas famílias, filhos e netos atingidos pela crise”, destacou Berger.

Conforme o texto aprovado, as prestações suspensas serão convertidas em prestações extras, com vencimentos em meses subsequentes à data de vencimento da última prestação prevista para o financiamento. As prestações suspensas não poderão ser acrescidas de multa, juros de mora, honorários advocatícios ou de quaisquer outras cláusulas penais. Também fica vedada a inscrição em cadastros de inadimplentes ou a busca e apreensão de veículos financiados, devido à suspensão das parcelas.

O número de contratos de empréstimos consignados ativos para aposentados e pensionistas chegou a 34,2 milhões em março deste ano, segundo o INSS – Instituto Nacional do Seguro Social.

Assessoria de Comunicação Social e Imprensa

Últimas postagens

Endorfina – sorteio de 25 de novembro.

Torre de Chope do Sombreiro Choperia. De terça a sábado a partir das 18h, novo ambiente com um super cardápio e chope sempre gelado....

Polícia Civil prende homem por tráfico, posse de munição e com mandado em aberto

No início da tarde desta quarta-feira (25) policiais civis da Divisão de Investigação Criminal de Brusque, da Delegacia de Polícia da Comarca de Brusque...

Guabiruba implementa restrições após matriz de nível gravíssimo para Covid-19

Com a mudança da matriz de risco para gravíssimo em toda a região do Médio Vale, a Prefeitura de Guabiruba continua a seguir as...

Interligado – Resultado de 25 de novembro de 2020

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. Ramalhone mais que uma pizza, uma verdadeira experiência...

Nova matriz de risco classifica 13 regiões com nível gravíssimo em SC

A atualização do risco potencial das regiões do estado segue no mapa divulgado pelo Governo do Estado. Todas as regiões do estado estão em...
Publicidade
WhatsApp chat