ANS retira teste para covid-19 de lista obrigatória de cobertura

Outras notícias da semana

Aneel mantém tarifa de bandeira amarela para março

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (26) que a bandeira tarifária permanecerá amarela no mês de março. Dessa forma, o consumidor...

PM recebe reforços para operação contra a pandemia em Brusque

No evento de apresentação os policiais receberam orientações de membros da Vigilância e Saúde, sobre o trabalho de fiscalização A Polícia Militar (PM) de Brusque...

Justiça reconhece que Luciano Hang não realizou prática abusiva em favor de Ari Vequi

A Juíza Eleitoral, Clarice Ana Lanzarini, julgou improcedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral apresentada pelas coligações de Paulo Eccel (PT) e Ciro Roza...

Governador anuncia reforço na fiscalização e quase R$ 1 bi em recursos para medidas de enfrentamento à Covid-19

O governador Carlos Moisés anunciou o aumento na fiscalização e recursos para, em parceria com gestores municipais, conter o avanço da Covid-19 em Santa...

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu retirar do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde os exames sorológicos, conhecidos como testes rápidos, para detecção da covid-19.

Os testes, que identificam se a pessoa desenvolveu anticorpos após exposição ao novo coronavírus, foram incluídos devido a uma liminar da Justiça Federal de Pernambuco. A agência recorreu da medida e o Tribunal Regional Federal da 5ª Região acatou o pedido.

No recurso, a ANS alegou que estudos e análises de diversas sociedades médicas e de medicina diagnóstica mostram controvérsias técnicas em relação aos resultados desse tipo de exame e a possibilidade de alto percentual de falso-negativo.

Em reunião da diretoria da agência, transmitida online nessa quinta-feira (16), os diretores votaram pela suspensão dos efeitos da resolução que incluiu os testes IGA, IGC e IGM na cobertura dos planos.

O diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Sacarabel, esclareceu que, além da questão científica, que ainda está em análise, uma incorporação inadequada de um exame pode não ser benéfica para o consumidor, já que impacta diretamente os custos assistenciais do sistema, que também são repassados aos usuários.

Sacarabel ressaltou que, desde o início da pandemia, em março, a agência incluiu espontaneamente no rol de procedimentos básicos dos planos o teste RT-PCR para diagnóstico da covid-19. 

Na reunião também foi aprovada a realização de uma audiência pública para dar continuidade à discussão sobre o assunto. Mas a data ainda não foi divulgada.

Últimas postagens

Aneel mantém tarifa de bandeira amarela para março

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (26) que a bandeira tarifária permanecerá amarela no mês de março. Dessa forma, o consumidor...

Plano de contingencia do coronavírus será elaborado para enfrentamento da COVID-19

A prefeitura de Brusque, por meio da secretaria de saúde, vai elaborar um plano de contingência para o enfrentamento do aumento de casos de...

Declare Certo UNIFEBE inicia nesta segunda-feira (1º)

Com o intuito de auxiliar a comunidade nos trâmites para a Declaração do Imposto de Renda, o curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta sexta-feira (26)

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (26), aponta que Brusque tem 17.313 casos confirmados da covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 65...

Endorfina – Resultado sorteio de 26 de fevereiro.

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. *** Ganhador: Naira Pavesi ***
Publicidade
WhatsApp chat