ANS retira teste para covid-19 de lista obrigatória de cobertura

Outras notícias da semana

Brusque registra o 63º óbito relacionado a Covid-19

A Vigilância em Saúde informa o 63º óbito por Covid-19 em Brusque. Trata-se de uma mulher, de 93 anos, moradora do bairro Centro. No...

Eleitores de 57 cidades voltam às urnas neste domingo no segundo turno

Após o resultado do primeiro turno das eleições municipais, ocorrido no último dia 15, eleitores de 57 cidades brasileiras irão retornar às urnas hoje...

Diretoria do Brusque concede coletiva para reafirmar ações e parcerias

Na tarde de quarta-feira, 26, Danilo Rezini, presidente do Brusque FC, concedeu entrevista coletiva para a imprensa regional para falar sobre o trabalho realizado,...

Philarmonia Brusque lança no dia 6 de dezembro o Camarote Virtual com clipes natalinos

Depois de muitos ensaios, captura de imagens e gravações em estúdio, a Philarmonia Brusque está com tudo pronto para o lançamento do Camarote...

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu retirar do rol de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde os exames sorológicos, conhecidos como testes rápidos, para detecção da covid-19.

Os testes, que identificam se a pessoa desenvolveu anticorpos após exposição ao novo coronavírus, foram incluídos devido a uma liminar da Justiça Federal de Pernambuco. A agência recorreu da medida e o Tribunal Regional Federal da 5ª Região acatou o pedido.

No recurso, a ANS alegou que estudos e análises de diversas sociedades médicas e de medicina diagnóstica mostram controvérsias técnicas em relação aos resultados desse tipo de exame e a possibilidade de alto percentual de falso-negativo.

Em reunião da diretoria da agência, transmitida online nessa quinta-feira (16), os diretores votaram pela suspensão dos efeitos da resolução que incluiu os testes IGA, IGC e IGM na cobertura dos planos.

O diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Sacarabel, esclareceu que, além da questão científica, que ainda está em análise, uma incorporação inadequada de um exame pode não ser benéfica para o consumidor, já que impacta diretamente os custos assistenciais do sistema, que também são repassados aos usuários.

Sacarabel ressaltou que, desde o início da pandemia, em março, a agência incluiu espontaneamente no rol de procedimentos básicos dos planos o teste RT-PCR para diagnóstico da covid-19. 

Na reunião também foi aprovada a realização de uma audiência pública para dar continuidade à discussão sobre o assunto. Mas a data ainda não foi divulgada.

Últimas postagens

COVID-19: Boletim epidemiológico de 29 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 219 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 9.084 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Veículo capota na Rua do Cedro

Um capotamento de veículo foi registrado por volta das 13h30 deste domingo, 29. O acidente ocorreu na Rua do Cedro, no bairro Dom Joaquim....

Brusque registra o 65º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registra o 65º óbito relacionado a Covid-19 A Vigilância em Saúde informa o 65º óbito por Covid-19 em Brusque. Trata-se de uma mulher, de...

Governador anuncia reativação de 205 leitos de UTI para tratamento de Covid-19 em SC

Em webconferência com presidentes de associações e diretores de hospitais filantrópicos, o chefe do Executivo estadual garantiu o repasse de R$ 44 milhões, até...

Homem embriagado é detido após agredir esposa e ameaçar a filha com martelo

Um homem de 32 anos foi detido após agredir a companheira e amaçar a filha de oito anos. A ocorrência foi registrada por volta...
Publicidade
WhatsApp chat