Polícia Militar emite nota sobre vídeo que circula nas redes sociais

Publicidade
Utilidade pública

O comando do 18.º Batalhão de Polícia Militar divulgou uma nota sobre o vídeo que circulou nas redes sociais no qual mostra ação de policiais durante uma ocorrência no município de Guabiruba. De acordo com o 18.º BPM, imagem é procedente de uma ocorrência atendida na madrugada no último domingo, 2.

Nas redes sociais, internautas criticaram a ação dos policiais que aparecem no vídeo, pela abordagem agressiva, após um dos presentes falar “covardia”.

Em busca de quem fez o comentário, os policiais reagiram. Em dois momentos do vídeo, um dos policias desfere um soco num rapaz encostado na parece, enquanto que outro policial, bate com a coronha da arma num segundo abordado (que não aparece na imagem).

Acompanhe a nota do 18º Batalhão da PM, sobre o caso.

O Comando do 18° BPM informa: que a guarnição policial foi acionada por volta das 00:30h, madrugada de domingo, para uma ocorrência de perturbação do sossego e aglomeração de pessoas em desrespeito aos decretos municipal e estadual de controle a Pandemia do Covid 19 no bairro Holstein em Guabiruba, numa chácara particular já conhecido das guarnições de Guabiruba por haver prática contumaz ocorrência dessa natureza. Já no local, quando da chegada da GU, alguns indivíduos se evadiram para área de mata, restando aproximadamente 25 pessoas ainda no local, como havia muito veículos a Gu demorou para chegar até o local onde estavam reunidas as pessoas, ambiente da filmagem, em seguida, em busca aos pertences foi encontrado uma certa quantidade de drogas ilícita (maconha) numa mochila e um meio cigarro da mesma erva sobre a mesa, além de estarem fazendo uso de bebidas alcoólica.

Durante a busca nos veículos e na mata foi localizado mais um casal, no qual o masculino foi revistado e ao determinar a feminina retirar o casaco, visando a revista deste ela falou de forma debochada aos policiais “porque vcs querem ver alguma coisa?”, levando a mão sobre os seios por cima da blusa insinuando que queriam ver seus seios.

Ressalta-se que, segundo os policiais, desde o início da ocorrência eles se depararam com uma postura debochada e desrespeitosa por parte dos presentes perante as autoridades policiais, bem como, presenciaram murmúrios inadequados e não autorizados, pois foi determinado silêncio a todos, além de desobediência a algumas verbalizações, resultando em ações mais enérgicas por parte dos policiais na abordagem as quais estão repercutindo negativamente.

Diante deste contexto afirmamos que está sendo instaurado um Inquérito Policial Militar (IPM) visando apurar essas ações praticadas pelospolicias militares.

Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Atualizados os números da Covid-19 em Brusque

30 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h A cidade de Brusque atualizou nesta quinta-feira (21)...
Publicidade
WhatsApp chat