Polícia localiza corpo de gestante que estava desaparecida, em Canelinha; Delegado fala sobre o caso

Publicidade
Utilidade pública

Um crime que pode ser classificado como brutal. Assim foi o desfecho de um caso de desaparecimento, registrado no município de Canelinha na quinta-feira (27), e que culminou com a localização da vítima, na manhã desta sexta-feira, 28 de agosto.

Flavia Godinho Mafra, grávida de 36 semanas, foi encontrada sem vida, em uma cerâmica, no bairro Galera, em Canelinha. Até o momento, um casal foi preso acusado pelo crime.

(Foto: Divulgação/Redes Sociais)

A vítima foi encontrada com a barriga cortada e supostamente o bebê teria sido retirado de sua barriga e ainda com vida. O trabalho de investigação preliminar aponta que uma outra mulher teria roubado a criança de sua barriga.

A criança é do sexo feminino e estaria em segurança, já em um hospital de Florianópolis. A polícia já informou que duas pessoas foram detidas.

O delegado Paulo Freyesleben, responsável pela Comarca de Tijucas, fala sobre o caso em entrevista ao Jornal da Diplomata. Acompanhe!

Delegado Paulo Freyesleben, Comarca de Tijucas
(Foto: Portal Vip Social/Tijucas)

O caso

Segundo informações, Flávia Godinho Mafra saiu por volta das 16h, para ir em um chá de bebê surpresa, em São João Batista. Uma amiga, que também estava grávida, passou na residência de Flávia para levá-la até o local. A amiga, que também já estava em estágio avançado da gravidez, acabou tendo o rompimento da bolsa. Flávia foi deixada em um ponto da cidade de Canelinha e orientada a aguardar por uma outra mulher, que iria buscá-la em um VW/Fox, de cor preta.

(Foto: Portal Vip Social/Tijucas)

(Com informações do Portal Vip Social).

Publicidade
Últimas notícias

Boletim da Covid-19 deste sábado, 12, informa óbito e 70 novos casos

COVID-19 – Boletim epidemiológico 12 de junho 70 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h O novo...
Publicidade
WhatsApp chat