Michel Belli desiste da candidatura de vice-prefeito com Paulo Sestrem e decide apoiar Ciro Roza

Publicidade
Utilidade pública

O empresário Michel Belli (PSC) desistiu da candidatura de ser vice-prefeito ao lado de Paulo Sestrem, do Republicanos. Antes de uma oficialização partidária, vazou na imprensa que Belli irá apoiar Ciro Roza (Podemos) e Danilo Rezini (Cidadania) e que seu nome passa a ser cogitado para disputar o poder legislativo.

A mudança provocou tumulto no cenário político brusquense, de modo, que poderá provocar efeitos nas coligações.

Termina neste sábado, 26, o prazo para o registro de candidaturas à Justiça Eleitoral. Sestrem e Michel chegaram a fazer Lives e divulgavam a candidatura nas redes sociais, após o período das convenções.

No entanto, as tratativas entre partidos continuam, até o fim do prazo.

De acordo com o presidente do Podemos, Heinz Roberto Lombardi, a ida de Michel à chapa se deu em razão do viés ideológico, por Belli apresentar posturas de direta, frente ao histórico no setor empresarial.

“Ele sentiu que lá não era o espaço adequado para ele, a gente vinha conversando há bastante tempo”, comentou.

No entanto, Lombardi afirma que o próprio Sestrem foi convidado para entrar em apoio à coligação, diante de uma posição atual mais de centro, no entanto, com um histórico de passagem pela esquerda.

“A princípio deveria vir os dois, mas acho que ele (Paulo Sestrem) não consegue se ver numa ideologia de direita. Colocamos que seria bem-vindo, se ele tomar essa decisão”, frisou o presidente do Podemos.

Em vídeo divulgado nas redes sociais na manhã desta sexta-feira, 25, Michel Belli falou pela primeira vez sobre a decisão.

“Hoje existem muitos pré-candidatos à prefeito na cidade de Brusque e isso é ruim para a direita conversadora, pois divide muitos votos. Pesando nisso, após várias reuniões com meus apoiadores, eu abri mão da minha pré-candidatura à vice-prefeito”, frisou.

Michel Bell fala na rede social sobre decisão de desistência da pré-candidatura à vice-prefeito
Michel Bell em rede social sobre decisão de desistência da pré-candidatura à vice-prefeito (Imagem/Reprodução)

O PSD, que chegou a sinalizar apoio à Sestrem e Michel, foi impactado pelo cenário de conflitos. Ainda nesta quinta-feira, 25, em razão das mudanças nos bastidores, o presidente da sigla, o empresário Onildo Pereira Júnior e o advogado Fabrício Gevaerd – vice, anunciaram saída da legenda.

A diretoria executiva do PSD informou que a saída de ambos se deu “por conflitos políticos ideológicos dentro da coligação composta pela dupla Paulinho Sestrem e Michel Belli”, dia a nota.

Enquanto isso, o Republicanos segue em silêncio, e espera, conforme Leandro Hyarup, o sinal de desistência de Michel Belli, pois, a saída do empresário não era esperada.

“Fui pego de surpresa com essa decisão, estou aguardando um contato dele, que ainda não aconteceu, para me pronunciar”, comentou. Hyarup informou que Paulo Sestrem ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso e nem qual será seu rumo político nas Eleições 2020.

Publicidade
Últimas notícias

PRE registra acidente com morte na SC 486, em Itajaí, entre carro e ônibus

A Polícia Militar Rodoviária Estadual registrou um acidente morte na SC 486, nesta quinta-feira, 16. Conforme a PRE, trata-se...
Publicidade
WhatsApp chat