Confira o Boletim Epidemiológico da dengue desta terça-feira (13)

Outras notícias da semana

Vizinhos apagam princípio de incêndio em residência no Bateas

O Corpo de Bombeiros foi mobilizado para combater um incêndio em residência, por volta das 11h desta terça-feira, 24. O sinistro foi registrado na...

Retorno às aulas presenciais na região é tema de reunião

Na tarde desta terça-feira (24) foi realizada no gabinete do prefeito Jonas Paegle uma reunião para discutir o cenário para retorno das aulas presenciais...

Operação ‘Bioma’ de combate ao tráfico de animais silvestres tem alvo investigado em Guabiruba

Na manhã desta segunda-feira, a Divisão de Investigação Criminal de Brusque - DIC, prestou apoio a "Operação Bioma" desencadeada pela Delegacia de Repressão a...

Polícia Militar prende homem após golpes do falso funcionário de banco

Na tarde desta quinta-feira, 19, por volta das 13h, a Polícia Militar em Brusque, foi acionada para atender uma ocorrência de estelionato, no qual...

O programa de Combate a Endemias de Brusque registrou um novo caso autóctone de dengue nesta última quinzena. Trata-se de um morador do bairro Santa Terezinha. A equipe de agentes já realizou a aplicação do inseticida Cielo, num raio de 150 metros da moradia. Ao todo, este ano, o município já soma 43 casos da doença, sendo 27 contraídos na cidade e 16 importados.

Desde o início do ano foram contabilizados 1.157 focos positivos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Os bairros com maior número de foco permanecem: Santa Rita com 150, Centro com 127, Santa Terezinha com 90 e São Luiz com 83.

A equipe do laboratório de entomologia da Vigilância em Saúde já analisou mais de 37 mil larvas, sendo destas, 10.592 são de larvas do Aedes aegypti, coletadas em 477 armadilhas e 108 locais estratégicos, floriculturas, ferros velhos, borracharias e cemitérios. “A larva leva de sete a dez dias para se tornar mosquito. Depois de eclodir ele vive de 30 a 35 dias e neste período pode pôr cerca de 600 ovos. Por isso é tão difícil combater o mosquito”, explica a coordenadora do programa de Combate a Endemias, Letícia Figueredo.

“Por isso nós trabalhamos com orientação e eliminação de depósitos, para termos chances de reduzir a população de Aedes aegypti. O número de casos de dengue ainda é relativamente baixo em relação à nossa população total, porém precisamos da colaboração de todos para não aumentar o número de insetos”, finaliza Letícia.

Últimas postagens

COVID-19: Boletim epidemiológico de 25 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 213 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.179 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

Endorfina – Resultado de 25 de novembro de 2020

Torre de Chope do Sombreiro Choperia. De terça a sábado a partir das 18h, novo ambiente com um super cardápio e chope sempre gelado....

Polícia Civil prende homem por tráfico, posse de munição e com mandado em aberto

No início da tarde desta quarta-feira (25) policiais civis da Divisão de Investigação Criminal de Brusque, da Delegacia de Polícia da Comarca de Brusque...

Guabiruba implementa restrições após matriz de nível gravíssimo para Covid-19

Com a mudança da matriz de risco para gravíssimo em toda a região do Médio Vale, a Prefeitura de Guabiruba continua a seguir as...

Interligado – Resultado de 25 de novembro de 2020

Pizza grande 3 sabores (tradicionais) da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery entregue na sua casa. Ramalhone mais que uma pizza, uma verdadeira experiência...
Publicidade
WhatsApp chat