Drive-Thru deste sábado é a garantia de sustento na casa de famílias carentes no período de férias

Ação Social está sem alimentos

Outras notícias da semana

Obras da rua Prefeito Carlos Boos, no Aymoré, devem iniciar na próxima semana

A partir da próxima semana, conforme as condições climáticas, as obras da principal via do bairro Aymoré devem iniciar. A previsão de início dos...

Ocorrência de esfaqueamento movimenta a segurança pública no bairro Poço Fundo

Por volta das 17h40 de terça-feira (26), o Corpo de Bombeiros atendeu uma ocorrência de agressão por arma branca (faca), no bairro Poço Fundo. A...

Divulgado último boletim epidemiológico de Brusque

O novo boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (21), aponta que Brusque tem 15.072 casos confirmados de Covid-19. Nas últimas 24 horas foram registrados 46...

Guabiruba enfrenta situação caótica após enxurrada no Lageado Baixo

O bairro Lageado Baixo, em Guabiruba, foi fortemente atingido por uma enxurrada no início da noite deste domingo (24). A enxurrada causou e pânico...

A Ação Social da Paróquia São Luís Gonzaga realiza neste sábado, 5 de dezembro, das 9h às 17h, mais uma edição do Drive-Thru do Bem, no estacionamento da igreja Matriz. A expectativa é que o volume de alimentos e produtos de higiene e limpeza arrecadados seja suficiente para o sustento das famílias carentes cadastradas, entre os meses de dezembro e janeiro. Com a proximidade das férias, é comum que as pessoas revisem seus armários e doem roupas e calçados. No entanto, a prioridade agora é a doação de alimentos, já que o estoque da Ação Social está zerado.

Drive Thru do Bem é realizado no estacionamento da igreja Matriz São Luís Gonzaga. (Foto: Divulgação/Assessoria Paróquia SLG)

“A Ação Social fez um trabalho histórico durante a pandemia, com menos voluntários envolvidos e dentro de uma perspectiva muito mais intensa e continuada do que nos últimos anos. Também descobrimos novas maneiras de ser presença e de construir o Reino de Deus. Uma dessas marcas é o Drive Trhu do Bem, já reconhecido pela iniciativa e pelos frutos que realiza na vida da Igreja”, afirma o pároco, padre Diomar Romaniv.

Segundo ele, há cerca de dois anos foi contratada uma assistente social, com o objetivo de prestar um serviço mais profissional e menos assistencialista. “A intenção é orientar, acompanhar, visitar as diferentes realidades e, às vezes, encontrar necessidades maiores do que aquelas solicitadas”, conta o pároco.

Neste sentido, diversas pessoas foram encaminhadas para atendimentos psicológicos, além do recebimento e repasse de currículos. Hoje, a Ação Social aguarda novos currículos para o envio às empresas, que costumam entrar em contato, na busca por colaboradores.

Cadastros dobraram na pandemia

De acordo com a assistente social, Patrícia Antonietti, os cadastros juntos à Ação Social dobraram durante a pandemia. Das 2030 famílias cadastradas, houve um incremento de 1987 famílias desde março. “Aumentou o número de pessoas desempregadas ou com salários reduzidos. Felizmente conseguimos fazer muitos encaminhamentos ao mercado de trabalho. E, apesar de passarmos períodos de até 15 dias sem nenhum alimento, conseguimos oferecer um suporte emergencial às famílias”, relata Patrícia.

Em meio à pandemia da Covid-19, a assistente social viu seu grupo de voluntários reduzir significativamente, já que a maior parte é formado por pessoas que fazem parte do grupo de risco. No entanto, outras iniciativas foram criadas e, entre elas, a mais importante: o Drive-Trhu do Bem, proposto na primeira edição, em maio, pelo Movimento de Emaús.

“É o que salva as famílias. Muitas pessoas doam alimentos. Algumas compram cestas básicas nos mercados e enviam. Mas no Drive se arrecada uma grande quantidade e isso permanece suficiente por alguns dias”, enfatiza a assistente social.

Agora, todos os esforços se concentram no Drive-Trhu deste sábado, que deve ser o último do ano. Já a Ação Social permanecerá aberta até 3 de janeiro, de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, respeitando apenas os feriados de Natal e Ano Novo. O fechamento do local será a partir do dia 4 de janeiro, por um período de 15 dias. “Estaremos aqui, disponíveis para ajudar as famílias no que for necessário neste tempo de férias”, ressalta Patrícia.

Doação de roupas e calçados

A assistente social faz um apelo às pessoas na doação de roupas e calçados: consciência e responsabilidade, já que a oferta deve estar limpa e em condição de uso para outras pessoas. Exatamente pelo número reduzido de voluntários, muitas vezes se perde tempo na separação dos produtos que, em boa parte, são lixo.

“É importante doar aquilo que está em condições de ser repassado. Infelizmente temos recebido roupas sujas e rasgadas e não há o que fazer”, salienta.

Últimas postagens

Empresário de Guabiruba é preso em operação da Polícia Civil contra o roubo de carga em SC

A Polícia Civil deflagrou uma operação de combate ao furto e ao roubo de cargas de fios têxteis em Santa Catarina. A ação foi...

Matriz aponta oito regiões em estado gravíssimo, sete em nível grave e uma com risco alto para Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta quarta-feira, 27, os dados da Matriz de Risco Potencial em relação ao novo coronavírus. Pela...

Quinta-feira inicia com registro de acidente entre carro e moto no Souza Cruz

O Corpo de Bombeiros de Brusque atendeu uma ocorrência de acidente de trânsito entre carro e moto na rua Maximiliano Furbringer, bairro Souza Cruz. O...

Obituário de quinta-feira, 28 de janeiro

Funerária Brusque - Faleceu às 9h23 de quarta-feira (27), com 74 anos, Maria Corrêa do Nascimento, que morava no bairro Bateas. Velório na Capela...
Publicidade
WhatsApp chat