Publicidade

Carlos Renaux estreia neste sábado, 12, pela Série C do Catarinense

Outras notícias da semana

Depois de 50 dias de treinos e preparação chegou a hora de os atletas do Carlos Renaux entrarem em campo pela Série C do Campeonato Catarinense. E foi no estádio Augusto Bauer que os jogadores do Vovô fizeram o último treino antes da estreia no estadual.

O primeiro jogo do Vovô será neste sábado (12), às 16h, no estádio Valério Gomes Netto, em São João Batista. Nesta quinta (10), o técnico Schwenck fez os últimos ajustes na equipe. Ele orientou os jogadores e também parou as atividades em alguns momentos para fazer as observações táticas. Em meio ao coletivo, os jogadores também treinaram cobranças de faltas e de pênaltis.

O comandante do Vovô está confiante e diz que o time está pronto para a estreia. “Estamos prontos, claro que ainda não 100% na parte física e tática, mas, no decorrer da competição, com certeza vamos chegar lá em cima e vamos brigar”, diz o técnico. Ele ressalta que espera um grande jogo em São João Batista, diante um adversário difícil, mas o foco do clube está unicamente em conquistar a vitória já na estreia. “Isso nos dará uma tranquilidade incrível para receber o Atlético Catarinense, em casa, na próxima quarta”, observa.

Experiência mesclada à juventude

Para a Série C, o Vovô tem como base uma equipe equilibrada. Entre alguns dos reforços acima de 23 anos, o time vai contar com a experiência de atletas com rodagem pelo futebol catarinense, entre eles o zagueiro Rodrigo Paganelli. O jogador de 32 anos surgiu na base do Metropolitano e, ao longo da carreira, passou por diversos clubes do futebol estadual.

Há duas semanas treinando com os atletas do Vovô, ele diz que a equipe está motivada e espera contribuir para que o clube busque o acesso. “O Carlos Renaux tem um projeto muito bom e a gente veio com intuito de ajudar nessa parte da experiência. É uma molecada boa, com vontade de crescer, e tem tudo para fazermos uma grande competição”, afirma.

O meia Diego Torres fez o primeiro treino com a equipe hoje. O jogador de 34 anos estava na Série B do Campeonato Catarinense, onde representou a equipe do Caçador. Ele comenta que encontrou um ambiente muito agradável no clube e vê um plantel motivado para buscar o acesso. “Fui muito bem recebido pelos companheiros. Chego muito motivado para conquistar esse acesso que bateu na trave nos últimos anos”, destaca.

Texto e foto: Assessoria de Imprensa/Carlos Renaux

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat