Justiça condena investigados na “Operação Peixe Branco”

A "Operação Peixe Branco" foi desencadeada em duas etapas: a primeira no mês de fevereiro e a segunda no mês de maio de 2020; A somatória das penas ultrapassa 67 anos de prisão

Publicidade
Utilidade pública

A Vara Criminal da Comarca de Brusque, condenou sete pessoas investigadas e presas pela Divisão de Investigação Criminal de Brusque pela prática dos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e munições e comércio ilegal de anabolizantes.

A “Operação Peixe Branco” foi desencadeada em duas etapas: a primeira no mês de fevereiro e a segunda no mês de maio de 2020.

Operação Peixe Branco envolveu diversos policiais na época e foi desencadeada em duas etapas. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Com os condenados foram apreendidas drogas como cocaína, maconha e ecstasy, apetrechos para o preparo e armazenamento das drogas. Além disso, também foram apreendidas duas armas de fogo, munições, anabolizantes e a quantia aproximada em espécie de R$ 75 mil reais provenientes do comércio ilegal de drogas.

A somatória das penas ultrapassa sessenta e sete anos e os valores apreendidos foram destinados ao Fundo Nacional Antidrogas (FUNAD), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta segunda-feira (24)

Brusque registrou 449 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo demonstra o Boletim Epidemiológico divulgado pela Diretoria...
Publicidade
WhatsApp chat