Homem é condenado em Brusque a 58 anos de prisão por estupro de vulnerável

Em setembro, o suspeito foi preso preventivamente no âmbito da operação 'Inimigo Oculto', realizada pela DPCAMI

Publicidade
Utilidade pública

Na terça-feira (12), a Justiça de Brusque condenou um homem de 50 anos de idade a 58 anos e 4 meses de reclusão pela prática de estupro e estupro de vulnerável contra três vítimas diferentes.

A investigação, conduzida pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Brusque, teve início em junho de 2020 quando a família de duas crianças (11 e 12 anos respectivamente), registrou um boletim de ocorrência informando que as crianças teriam contado sobre os crimes que estariam sendo vítimas.

No decorrer do inquérito policial, descobriu-se que um jovem, que atualmente tem 18 anos, também teria sido vítima do autor por aproximadamente quatro anos, sendo que os abusos se iniciaram quando a vítima tinha 12 anos de idade.

A investigação apontou que o suspeito ganhava a confiança das vítimas através de presentes e depois praticava os crimes, e que também as ameaçava para que não contassem para ninguém.

Em setembro, o suspeito foi preso preventivamente no âmbito da operação ‘Inimigo Oculto’, realizada pela DPCAMI.

Após a instrução processual penal, o homem foi sentenciado a cinquenta e oito anos e quatro meses de reclusão.

Publicidade
Últimas notícias

Novo posicionamento institucional marca 52 anos da Ammvi

Na próxima segunda-feira, 2 de agosto, data em que a Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi)...
Publicidade
WhatsApp chat