Homem é condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável

Outras notícias da semana

A Justiça de Brusque condenou um homem de 12 anos e 4 meses pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e de assediar criança com o fim de com ela praticar ato libidinoso.

A investigação, que foi conduzida pela Delegacia de Polícia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI), teve início em agosto de 2020, quando a família da vítima registrou o boletim de ocorrência.

No celular do suspeito foi possível encontrar conteúdo pornográfico encaminhado à vítima, além de mensagens tentando convencer a criança a praticar os atos libidinosos.

Em setembro o suspeito foi preso preventivamente no âmbito da operação Inimigo Oculto realizada pela DPCAMI. Após a instrução processual penal, o homem foi sentenciado a 12 anos e 4 meses de reclusão.

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat