Diretores da AmpeBr integram nova diretoria da Fampesc

Além disso, três integrantes da diretoria da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) também integram o novo comando da Fampesc: Luiz Carlos Rosin, para o cargo de 1º vice-presidente; Iosmir Emerim Alves, no Conselho Fiscal; e Ivan Cervi no Conselho Deliberativo da Federação

Outras notícias da semana

Na última quinta-feira, 4 de fevereiro, foi realizada a solenidade de posse da nova Diretoria Executiva e Conselhos da Federação das Associações das Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (Fampesc), que conta com a empresária Rosi Dedekind à frente da entidade. Ela é a primeira mulher eleita para a presidência da Fampesc, fato inédito também entre as federações empresariais catarinenses.

Além disso, três integrantes da diretoria da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) também integram o novo comando da Fampesc: Luiz Carlos Rosin, para o cargo de 1º vice-presidente; Iosmir Emerim Alves, no Conselho Fiscal; e Ivan Cervi no Conselho Deliberativo da Federação. O ato de posse foi realizado no Centro de Convenções e Exposições Expoville, em Joinville. O evento foi realizado de forma híbrida, presencial – com todas as regras de segurança – e on-line, com transmissão pelo pelas redes sociais da Fampesc.

Representatividade

O mandato da nova diretoria da Fampesc vai até 2023. Rosi Dedekind substitui Alcides Andrade, que esteve à frente da entidade por dois mandatos (2017-2020) e agora desenvolve projetos junto à Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas (Conampe).

“Sem dúvida sinto-me orgulhoso em ter recebido o convite para o cargo e, conforme o Planejamento Estratégico da Fampesc para o biênio, teremos muitos projetos pela frente. Queremos fortalecer as Ampes existentes no Estado, oferecer ferramentas para os deputados Estaduais, Federais e Senadores, que possam abrir caminhos para que as micro e pequenas empresas continuem ofertando emprego e renda para a população. Assim sendo a Fampesc continuará municiando estes parlamentares no sentido trabalhista, tributário e lutando para que o Pronampe continue sendo um processo constante”, comenta Rosin.

O fortalecimento das Ampes através de projetos com o apoio do Sebrae e o lançamento do “Estilo Catarina”, que criará um formato de inclusão digital a centenas de micro e pequenas empresas de Santa Catarina, também são algumas proposta da diretoria da Federação.

Metas

A Fampesc é composta por 20 associações de micro e pequenas empresas de todas as regiões.

Durante a solenidade também foram homenageados todos os ex-presidentes da Fampesc, alguns deles presentes ao ato. “Daremos continuidade a uma luta de 35 anos em defesa do tratamento justo e diferenciado aos pequenos negócios, previstos inclusive na Constituição. Neste momento, a Fampesc tem como pontos centrais a manutenção do crédito do Pronampe, como política pública permanente e não apenas durante a crise gerada pela pandemia; a desburocratização para facilitar a vida de quem empreende e gera emprego; a valorização do comércio e serviço local; e a capacitação dos empreendedores para estes novos tempos, em que a tecnologia desempenha um papel central nos negócios”, destacou Rosi Dedekind.

Informações: Assessoria de Imprensa AmpeBr e Fampesc

Últimas postagens

Publicidade
WhatsApp chat