Campanha de Vacinação contra a Gripe inicia na segunda-feira (12)

Publicidade
Utilidade pública

Tem início na próxima segunda-feira (12), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza de 2021 no município de Brusque. Neste ano, a imunização contra a gripe será efetuada nas Unidades Básicas de Saúde. Desenvolvida em todo o país, a campanha segue cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde, com a distribuição dos grupos prioritários em etapas, até a data de 09 de julho. E, quem foi vacinado contra a Covid 19 deve aguardar 14 dias para receber a imunização contra a Influenza.

Grupo 1

O primeiro grupo prioritário a ser contemplado com a vacina contra a Influenza, (a popularmente chamada vacina da gripe), no período de 12 de abril até 10 de maio, reúne os seguintes públicos:

  • Crianças maiores de 6 meses até 05 anos 11 meses e 29 dias;
  • Gestantes em qualquer idade gestacional;
  • Puérperas (puérpera é quem ganhou bebê até 45 dias);
  • Povos indígenas;
  • Trabalhadores de saúde;

Ao todo, 11.697 pessoas de Brusque serão contempladas no Grupo 01 com a vacina contra a Influenza. À medida que a campanha for avançando, serão informados os próximos grupos prioritários.

A Diretoria de Vigilância em Saúde de Brusque cita que, neste ano, será administrada na população a Vacina Trivalente, do Instituto Butantã, que imuniza contra três tipos de vírus causadores da gripe: influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e influenza B.

Quem tomou a vacina contra a Covid 19

“Importante ressaltar que a pessoa que tomou a vacina Contra a Covid 19 precisa aguardar o período de 14 dias para então receber a imunização Contra a Influenza”, reforça a diretora de Vigilância em Saúde, Ariane Fischer.

Ainda sobre a vacinação contra a Influenza em pessoas com infecção por Covid 19, Ariane explica que não há evidências, até o momento, de qualquer preocupação de segurança na vacinação de indivíduos com história anterior de infecção ou com anticorpo detectável. “E refere-se aqui a pessoas que já tiveram a doença, porém, não se encontram mais com ela ativa no organismo”, acrescenta a diretora de Vigilância em Saúde. Ariane aponta, ainda, que é improvável que a vacinação de indivíduos infectados, em período de incubação, ou assintomáticos, tenha efeito prejudicial sobre a doença.

Orientações

A Diretoria de Vigilância em Saúde pede que a comunidade atente, também, às seguintes precauções sobre a Vacinação:

  • Caso a pessoa manifeste doenças febris: o recomendado é postergar a vacinação até melhora do quadro;
  • Quem possui história de alergia ao ovo: deve informar à equipe de vacina, que vai discutir o caso. Porém, não significa que a pessoa alérgica ao ovo não poderá receber a vacina;
  • Pessoa com história pregressa de síndrome de Guillain-Barré: deve ser discutido com o médico o benefício ou não da vacina;
  • Doadores de sangue: podem doar após 48 horas da aplicação da vacina.

Não se vacina

  • Crianças menores de 6 meses;
  • Pessoas com história de reações alérgicas a doses anteriores da imunização contra a Inlfuenza.
Publicidade
Últimas notícias

OSB Brusque vence Prêmio de Boas Práticas em Gestão Pública de Santa Catarina

O Programa de Colaboração e Monitoramento de Contratos e Licitações do Observatório Social de Brusque (OSB Brusque) foi o...
Publicidade
WhatsApp chat