Escritora Isabelí Nascimento lança obra de ficção Doze Badaladas

Publicidade
Utilidade pública

O livro Doze Badaladas, da escritora brusquense Isabelí Nascimento, lançado pela Amazon, no formato eBook em 2020, chegou às bancas da Livraria Graf, no mês de abril deste ano.  

A obra de fantasia, com certa dose de mistério e romance urbano, originalmente, atraiu leitores nas plataformas digitais, quando Isabelí começou os primeiros ensaios.

Isabelí começou a escrever a obra aos 16 anos, com jogos de RPG, entre as interações nas redes sociais e logo atraiu seguidores da trama e dos personagens centrais.

Livro Doze Badaladas em exposição nas bancas da Graf Livraria (Imagem/Divulgação)

“Começou com uma brincadeira, interagindo com leitores de várias partes do Brasil, no online – me apeguei a um dos personagens e comecei a trabalhar na produção do livro”, explicou.

Isabelí começou a produzir Doze Badaladas no ano de 2017. O enredo passou por processos de adaptações, entre o jogo de cenas e no texto, para incorporar na obra contextos de representatividade brasileira.

Em seguida, a jovem escritora iniciou a árdua caminhada para uma publicação independente.

“Durante a pandemia criei coragem de publicar na Amazon e comecei a correr atrás para trazer ele para o físico, pois tinham leitores pedindo”, destacou.

Doze Badalas, desde que cativou os primeiros seguidores, teve boa aceitação no público, principalmente nos amantes da literatura de ficção. Sobre o desafio de publicar da obra, Isabelí conta que venceu o medo da crítica.

“A gente tem coragem de publicar a obra quando perde o medo de ser julgado, às vezes ficava com medo disso”, frisou.

Cartão postal que acompanha o livro Doze Badaladas, de Isabelí Nascimento (Imagem/Divulgação)

A caminhada da jovem escritora trocou passos com sua formação de jornalismo, entre os fatos da realidade, descobrimentos do ofício da informação, Isabelí manteve a imaginação ativa, para não perder no tempo seu primeiro trabalho literário, que chega ao leitor num formato moderno e cativante.

“Às vezes ficava com medo do que o pessoal da área ia pensar depois, ou se apresentasse num trabalho, mas, acho que o principal é focar no sonho”, comentou.  

Doze Badaladas: Susane Clinton é uma jovem adulta aparentemente normal, isto se você não souber de seu segredo, ouvir vozes.

Desde criança a garota tem como principal companhia uma voz masculina, sexy e sarcástica em sua cabeça. Com o passar do tempo seu ajudante mental ganhou o apelido de anjo por tê-la ajudado e consolado em diversos momentos, mas seu anjo está realmente do seu lado?

Após a primeira badalada de seu vigésimo aniversário, pesadelos começam a lhe acompanhar, assim como fatos cada vez mais estranhos. O estopim é o inusitado e macabro desaparecimento de sua madrasta, que deixa para trás uma cena digna de filme de terror.

Na futura jornada a ser trilhada, em meio as tentativas de salvar a quem ama, Susane terá de lidar com descobertas sobre si, um mundo desconhecido e seu real inimigo.

Abra seus olhos e se prepare para um novo mundo a cada doze badaladas.

Livro da escritora Isabelí Nascimento na Graf Livraria (Foto: Divulgação)

A entrevista será repercutida no Jornal da Diplomata.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim da Covid-19 deste sábado, 12, informa óbito e 70 novos casos

COVID-19 – Boletim epidemiológico 12 de junho 70 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h O novo...
Publicidade
WhatsApp chat