PM atende briga entre famílias e estelionato nas últimas horas

Publicidade
Utilidade pública

Nesta segunda, 1º de junho, por volta das 10h50, uma guarnição da Polícia Militar atendeu uma ocorrência de briga entre familiares, no bairro Guarani.

Chegando próximo do local, a guarnição foi abordada pela pessoa que solicitou a PM, e esta informou que estava juntamente com sua irmã e seus dois sobrinhos e que haviam estado na residência de sua outra irmã, mãe das crianças, para deixar os filhos da mesma. Segundo as informações, lá houve uma discussão com ela e diante disto interviu na situação o companheiro dela, que abriu o portão e desferiu um soco na cabeça da solicitante usando um soco-inglês e a jogou no chão. Ainda conforme o relato, sua irmã levou um tapa de raspão de outro homem, e após isso os homens pegaram as roupas das crianças e jogaram na rua.

A guarnição adentrou a residência e deu voz de prisão ao agressor. Ele saiu correndo da casa, se escondendo no telhado.

Após longo diálogo com o homem, o mesmo desceu do telhado, porém no momento que a guarnição foi algema-lo, seus familiares tentaram impedir a guarnição, sendo necessário pedir apoio de outras guarnições.

Diante dos fatos a guarnição deu voz de prisão aos homens e os conduziu para a Delegacia para as providências cabíveis.

Estelionato

Nesta segunda (1) por voltas das 12h, uma guarnição da Polícia Militar atendeu uma ocorrência de estelionato, no Centro.

A guarnição recebeu informação pelo WhatsApp que tinha um veículo Peugeot/208, branco, com dois homens que tentaram cometer o crime de estelionato contra uma senhora na cidade de Guabiruba, através do “golpe do cartão”. A guarnição fez rondas e conseguiu abordar o veículo na avenida Bepe Rosa, já em Brusque, com duas pessoas dentro, ambas de São Paulo, com 27 e 29 anos.

No veículo, a guarnição encontrou quatro maquininhas de cartão da marca PagSeguro, R$ 323,00 em dinheiro, três celulares (dois Samsung e um Motorola), dois carregadores das maquininhas, uma bateria de celular marca Samsung, um cartão superdigital (em nome de terceiro), um porta crachá da prefeitura de Parnaíba.

A vítima e a testemunha que a ajudaram a descobrir que era golpe foram à delegacia e reconheceram os homens abordados como autores da tentativa do golpe.

Diante dos fatos, a guarnição deu voz de prisão aos homens e os conduziu para a Delegacia para as providências cabíveis.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim da Covid-19 deste sábado, 12, informa óbito e 70 novos casos

COVID-19 – Boletim epidemiológico 12 de junho 70 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h O novo...
Publicidade
WhatsApp chat