Unifebe mantém protocolo rígido para continuidade das aulas presenciais

Publicidade
Utilidade pública

Desde a retomada das atividades presenciais, ainda em 2020, o Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) segue rígidas medidas de segurança adotadas pela instituição, em consonância com as orientações do poder público federal, estadual e municipal.

Logo nas entradas do campus já é possível ver um dos protocolos de segurança: a aferição de temperatura. O controle é feito para que professores, acadêmicos, colaboradores e comunidade não acessem a universidade se estiverem com temperatura corporal a 37,8ºC, um dos sintomas da Covid-19.

De acordo com o presidente da comissão responsável pela elaboração e implantação do Plano de Contingência para Covid-19 da UNIFEBE, Robson Zunino, a instituição elaborou um documento com o intuito de definir estratégias e rotinas para assegurar a continuidade das aulas presenciais, prezando pela segurança e proteção da comunidade acadêmica e externa. O PLANCON-UNIFEBE substituiu o Plano de Retorno Gradual às Aulas Presenciais, documento norteador das atividades institucionais durante o ano de 2020.

Estão previstas no PLANCON medidas como o distanciamento entre carteiras nas salas de aula, disponibilização de álcool em gel em todos os ambientes da universidade, uso obrigatório de máscaras, higienização rigorosa dos espaços e a realização de intervalos intercalados entre as turmas. Um dos protocolos adotados que vem apresentando resultados positivos para garantir a segurança de todos na instituição, é o acompanhamento das pessoas com casos suspeitos de Covid-19.

O atendimento personalizado é realizado pela comissão do PLANCON-UNIFEBE via WhatsApp, e-mail e telefone. “De todos os estudantes, professores e colaboradores que já acompanhamos desde o início da pandemia, não tivemos nenhum relato de que ele teve contato com uma pessoa contaminada dentro da instituição. Dos casos acompanhados, as pessoas tiveram contato com alguém contaminado fora da universidade, e a partir daí apresentaram os sintomas da doença”, salienta o presidente do PLANCON-UNIFEBE, Robson Zunino.

Do total de casos acompanhados desde março de 2021, cerca de 0,5% do número de acadêmicos foram afastados semanalmente pela UNIFEBE por suspeita, confirmação, contato com pessoa positivada ou contato com pessoa suspeita da Covid-19. Mesmo afastado, o aluno não é prejudicado em suas atividades pedagógicas. As faltas são abonadas e o estudante tem a possibilidade de realizar um trabalho compensatório em outra data.

Modalidades de Ensino

Foi graças a todos esses cuidados que a UNIFEBE tem mantido, com segurança, as aulas presenciais na instituição, em todos os níveis: ensino médio, graduação e pós-graduação. No primeiro semestre letivo de 2021, todas as turmas do ensino médio e todas as fases do curso de Medicina iniciaram com 100% das aulas no método presencial. Os calouros dos demais cursos de graduação também têm todas as aulas presenciais. Já os alunos veteranos dos cursos de graduação têm aulas em até quatro modalidades de ensino: presencial, híbrido, bimodal e Take-Home.

O cuidado com as questões de segurança em saúde foi um diferencial para a acadêmica da 1ª fase de Psicologia, Thainara de Andrade Vieira, iniciar sua graduação. “Mesmo com as aulas presenciais, a gente percebe essa atenção da instituição em relação a nós estudantes. O que foi muito importante, principalmente para nós calouros. As aulas presenciais possibilitaram que nos habituássemos com todo esse contexto universitário”, salienta Thaianara.

Com o intuito de atender às demandas dos órgãos de saúde, a UNIFEBE iniciou em 2020, uma reformulação das modalidades de ensino. “Foi pensando em cumprir os protocolos e ainda garantir um ensino de qualidade para os nossos acadêmicos, que na metade de 2020, analisamos todas as disciplinas e optamos por realizar as aulas práticas presencialmente, com possibilidade de transmissão em tempo real via Google Meet. As disciplinas teóricas continuaram a ser realizadas no método Take-Home. Essas mudanças foram um grande desafio, mas possibilitaram que os nossos estudantes não tivessem seu semestre letivo comprometido”, destaca o pró-reitor de Graduação da UNIFEBE, professor Sidnei Gripa.

As salas bimodais, que permitem a realização de aulas presenciais com transmissão simultânea, são equipadas com câmeras em 4k e programadas para transmitir exatamente a parte do quadro que está sendo utilizada naquele instante pelo professor. Além das câmeras, o equipamento conta com microfone bluetooth, permitindo que de casa o estudante acompanhe, pelo Google Meet, a mesma disciplina dos seus colegas que estão na sala de aula.

2º semestre letivo de 2021

Para o 2º semestre letivo de 2021, a UNIFEBE manterá o mesmo planejamento de aulas adotado no primeiro semestre. Os acadêmicos das 1ªs e 2ªs fases terão todas as aulas presenciais, enquanto os demais veteranos seguem com aulas ministradas em quatro modalidades: presencial, take-home, híbrido e bimodal. O método adotado para cada disciplina será repassado aos estudantes, de acordo com o planejamento de cada curso.

“A educação é essencial para o desenvolvimento da nossa sociedade. Como instituição de ensino prezamos para que os nossos estudantes vivenciem presencialmente todas as fases da vida escolar e acadêmica, pois sabemos o quanto essa interação enriquece o processo de ensino-aprendizagem. A UNIFEBE segue com as inscrições abertas para o 2º semestre de 2021 e as aulas dos cursos de graduação iniciam no dia 19 de julho”, conclui a reitora da UNIFEBE, professora Rosemari Glatz.

Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta terça-feira (27)

Nas últimas 24 horas, 45 novos casos da doença foram registrados em Brusque São 27.546 os casos confirmados de Covid-19...
Publicidade
WhatsApp chat