Simone Storm, atleta olímpica, visita Fundação de Esportes

Publicidade
Utilidade pública

A jogadora de voleibol, Simone Storm, visitou na manhã desta sexta-feira (9) a Fundação Municipal de Esportes (FME). Simone foi a primeira atleta de Brusque a participar de uma edição dos Jogos Olímpicos. Ela começou a carreira na equipe de Voleibol da Sociedade Esportiva Bandeirantes, como levantadora, onde conquistou uma medalha de ouro para a cidade. Em 1988, com apenas 19 anos, foi convocada a defender o Brasil nas Olimpíadas de Seul.

Com 16 anos foi para São Paulo e, em seguida, foi convidada a participar do time do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro, estado onde reside até hoje. Encerrou sua carreira no ano de 2000, com 29 anos, defendendo a equipe brusquense da SEB/BUETTNER/ZM consagrando-se vice-campeã do Grand Prix da Liga Sul.

Simone confessa que sua tia, Érica Storm, que também praticava o esporte, foi uma das pessoas que mais a incentivou a entrar no mundo do vôlei, tendo-a como referência. “Comecei no esporte por que acompanhei minha tia em seus jogos e fui despertando interesse”.

Ao conhecer o memorial da Fundação Municipal de Esportes, a levantadora pode ver as medalhas que a tia conquistou. “Nunca tinha visto as medalhas dela. Ela foi uma grande inspiração para mim”.

Edson Garcia, diretor-geral da FME, destaca a representatividade que Simoninha, como é conhecida na cidade, trouxe para Brusque. “É um prazer ter recebido a atleta aqui em nossa estrutura, e reconhecer a trajetória dela. Só temos a agradecê-la por ter levado o nome de Brusque nessa competição tão importante, que são os Jogos Olímpicos’’, pontua Garcia.

O diretor destaca ainda, que “estamos com um projeto em andamento para o reconhecimento dos atletas brusquenses que participaram dos Jogos Olímpicos, para inspirar nossas crianças e atletas que estão iniciando no esporte na nossa cidade”.

Simone mora, atualmente, no Rio de Janeiro (RJ), e conta que Brusque é o local que ela retorna para recarregar suas energias. “Eu sempre adorei morar na cidade, saí mesmo por conta das oportunidades que apareceram. No começo foi difícil, temos que nos afastar da família, mas é muito bom poder retornar e ver como a cidade está cada vez maior, com muito mais oportunidades para a área do esporte, muito mais promissora’’, finaliza Simoninha.

Simoninha, como é conhecida, foi a primeira brusquense a representar o país nos Jogos Olímpicos. (Foto: SECOM/Divulgação)
Publicidade
Últimas notícias

Brusque FC divulga relacionados para o jogo contra o Vila Nova

Na manhã deste sábado (23), o Brusque FC encerrou a preparação para encarar o Vila Nova, pela 32ª rodada...
Publicidade
WhatsApp chat