Cristofer Brogni Schmitt representará Brusque no Campeonato Brasileiro Escolar de Xadrez

Publicidade
Utilidade pública

O jovem Cristofer Brogni Schmitt, 14 anos, será representante brusquense no Campeonato Brasileiro Escolar de Xadrez, na cidade de Caxambu, em Minas Gerais.

A paixão pelo esporte começou na própria escola, desde os recreios da primeira série, em forma de brincadeira com os amigos. Projetos de xadrez no ambiente escolar também fizeram a diferença e abriram os horizontes.

Gradualmente, o interesse pelo xadrez fez Cristofer evoluir à competidor. No ano de 2018, as primeiras experiências no tabuleiro, porém, em busca de melhores resultados, Cristofer passou a focar na busca de conhecimentos e treinos.

Cristofer com a bandeira do município de Brusque, em competição em Penha (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Em 2019, Cristofer começou a sentir que o esforço foi recompensado. O jovem representante de Brusque na OLESC, passando em 2.º lugar na seletiva.

“Foi um ótimo ano, com muitos campeonatos”, frisou.

A chegada da pandemia em março de 2020 prejudicou o calendário. Mesmo participando de competições online, Cristofer ficou na expectativa de voltar às partidas presenciais. Para não perde o foco, ele participou de vários torneios à distância.

“Afetou bastante, o xadrez online nunca vai se comparar ao xadrez presencial” comentou.

Entre as conquistas recentes, Cristofer exibe medalhas da copa litoral, competição em Penha, Blumenau e também de circuitos em Brusque.

A mãe do atleta, Luciana Brogni, acompanhou o filho na entrevista, e comentou sobre o incentivo.

“Todo dia a gente está incentivando os treinos, nos livros, e ele tem se dedicado muito”.

Cristofer e a mãe Luciana nos estúdios da Rádio Diplomata

Na próxima quinta-feira, 23, Cristofer disputará a etapa nacional do xadrez escolar. Mesmo sendo contemplado pelo programa Bolsa Atleta, da Fundação Municipal de Esportes, os recursos não são suficientes para cobrir as despesas. Luciana conta que está sendo realizada uma rifa para suprir a demanda, em torno dos custos de viagem.

“Temos que correr atrás de patrocínio, pois o xadrez é um esporte caro por ser individual, depende de si”, destacou.

Cristofer durante competição, representando o município de Brusque (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Cristofer também é um incentivador da modalidade, apesar, de poucos praticantes, mediante a exposição dos esportes populares, como futebol.

“Tinha poucas pessoas que jogava comigo, muitas vezes os esportes estão ligados ao corpo físico; no xadrez o importante é mente saudável, mas, mesmo assim é importante estar com saúde em dia”, explicou.  

Brusquense Cristofer Brogni Schmitt em premiação de xadrez (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Luciana conta que percebeu mudanças positivas desde que o filho Cristofer começou a praticar xadrez.

“Mudou a vida dele, em tudo que ele vai fazer, é organizado e concentrado, vai melhor na escola, acho que independente do esporte, os pais têm que incentivar o sonho dos filhos”, destacou.

Informações sobre a rifa e patrocínios, pelo telefone: 9 9611 4950

Rifa em prol do atleta de xadrez, Cristofer Brogni Schmitt (Divulgação)
Publicidade
Últimas notícias

Homem é preso pela Polícia Civil por crime de tráfico de drogas, no bairro Azambuja

No início da tarde desta segunda-feira, 25, a Polícia Civil, por intermédio da Divisão de Investigação Criminal de Brusque,...
Publicidade
WhatsApp chat