Corpo de homem que morreu esfaqueado ainda não foi reconhecido no IML; órgão divulga caraterísticas

Publicidade
Utilidade pública

O IGP – Instituto Geral de Perícias e o IML – Instituto Médico Legal estão em busca de familiares e conhecidos do homem que foi morto por esfaqueamento, nas primeiras horas da manhã de sábado, 8, na Rua Florêncio Day. A Polícia Militar realizou a prisão do autor do crime. 

No entanto, depois do recolhimento do corpo e da perícia cadavérica, o IML não conseguiu realizar a identificação da vítima e nem mesmo amigos ou familiares entraram em contato. Sendo assim, o serviço de perícia divulgou informações à imprensa sobre as características de identificação. Conforme os detalhes repassados:

Trata-se de um homem que trajava camisa vermelha, com o slogan “thexxico 55”, calça jeans azul e tênis cinza. O homem tem tatuagens, sendo que no braço esquerdo está tatuado a frase “não foi sorte, foi Deus” e no direito a palavra “lantra”.  Altura de 1,80 metro e cabelo raspado.

Relembre

Publicidade
Últimas notícias

Brusque registra 321º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registrou, neste sábado (16), o óbito de número 321 associado ao coronavírus. Trata-se de uma mulher de 70...
Publicidade
WhatsApp chat