Vacina para viagens ao exterior: Brusque segue os mesmos protocolos do Ministério da Saúde

É necessário ter em mãos as passagens para comprovar a viagem

Publicidade
Utilidade pública

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância em Saúde, informa que está seguindo as orientações da Nota Técnica número 55 do Ministério da Saúde em relação às pessoas que têm viagens agendadas para o exterior. A diretora da Vigilância em Saúde, Ariane Fischer, explica que as pessoas que necessitam adiantar a segunda dose, ou tem as duas de um laboratório que não é aceito naquele país, terão direito a receber a vacina.

Ariane, salienta que é necessário que o usuário apresente a passagem com a data e o país de destino. “É necessário comprovar a viagem. Além disso, para se vacinar é necessário apresentar a carteira de vacinação e um documento com foto”, afirmou ela. Lembrando que não é necessário agendar, basta comparecer nos Centros de Vacinação (Uniasselvi e Unifebe), das 8h às 12h e das 13h às 16 horas, de segunda a sexta-feira.

Exemplos

  • Pfizer: após 21 dias da primeira já pode receber a segunda dose.
  • Astrazeneca: após 28 dias da primeira dose já pode receber a segunda dose.
  • Quem já recebeu duas doses de outro imunizante, por exemplo, Coronavac, após 28 dias da segunda dose poderá receber a terceira dose (nesse caso somente uma dose de Pfizer).
Publicidade
Últimas notícias

Solenidade de Premiação do 7º Concurso do Conselho de Segurança 2021 ocorreu nesta quarta-feira, 8

O Conselho de Segurança (Conseg) promoveu na manhã desta quarta-feira (8), a cerimônia de premiação do concurso de redação...
Publicidade
WhatsApp chat