Polícia Militar divulga trabalho realizado na ocorrência da Avenida Felipe Schmidt, em frente a Fla Brusque

Publicidade
Utilidade pública

Texto/Polícia Militar: Na noite de sábado 27, a guarnição da Polícia Militar, foi acionada para atender uma ocorrência de acidente de trânsito na Rua Felipe Schmidt, no Bar do Flamengo.

Considerando o grande número de pessoas envolvidas no distúrbio civil no local, foi necessário empregar todas as guarnições da Polícia Militar.

Ao chegar no local, a Polícia Militar constatou que havia um veículo Fiat/Punto parado, com os vidros quebrados por pessoas ligadas à torcida do Flamengo. Próximo ao veículo estava uma grande quantidade de pessoas que estavam no conhecido “Bar do Flamengo” acompanhando a final da partida da libertadores.

Foi relatado por populares que o veículo citado estava trafegando na rua Felipe Schmidt, sentido centro, e ao entrar na rua Centenário, o veículo citado tentou realizar uma manobra perigosa e acabou colidindo em alguns veículos que estavam estacionados na rua Centenário, após a colisão, o veículo tentou empregar fuga do local do acidente, mas foi contido por populares. O motorista do veículo, provavelmente com medo de que algo acontecesse com sua integridade física acabou fugindo do local, onde alguns torcedores, aproveitaram o momento em que o motorista tinha saído do local dos fatos, começaram a apedrejar os vidros do veículo, não sendo possível a Polícia Militar identificar o motorista/proprietário do veículo Fiat/Punto.

Assim que o guincho chegou, uma rixa começou no local, onde alguns torcedores do Flamengo brigavam entre si, e por tal motivo foi necessário que a Polícia Militar fizessem o uso progressivo da força para conter o distúrbio civil.

Após esta primeira intervenção da Polícia Militar, foram arremessadas garrafas, latas, além de diversos xingamentos sendo proferidos contra as guarnições da Polícia Militar, por tal motivo, a guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático da Polícia Militar utilizou granadas para conter o distúrbio. Cabe ressaltar que ninguém foi preso nesta primeira intervenção, em razão da dificuldade de identificar os responsáveis pela confusão.

As guarnições, por diversos momentos, quando perceberam que a verbalização não funcionava para resolver o distúrbio provocado pelos torcedores do Flamengo, que estavam visivelmente embriagados, tiveram que fazer o uso progressivo da força, utilizando o espargidor Max para dispersar os envolvidos no distúrbio, pois alguns torcedores insistiam em enfrentar. Importante mencionar que nenhum disparo de arma calibre 12 foi realizado.

Quando a Polícia Militar conseguiu conter a confusão, um veículo Ford Ka de cor branca, passou pelas guarnições, e uma mulher que estava no banco traseiro proferiu diversos xingamentos contra a Polícia Militar, sendo em seguida o veículo abordado na rua João Bauer e lavrado pela Polícia Militar termo circunstanciado por desacato.

Infelizmente, por ação de alguns cidadãos, foi causado este transtorno no município, momento em que foi necessário o emprego de força policial para conter o distúrbio.

Publicidade
Últimas notícias

Sala do Empreendedor de Brusque concentra todos os serviços disponibilizados ao MEI

A Sala do Empreendedor – uma parceria entre o Sebrae SC e Prefeituras Municipais, foi criada para auxiliar a...
Publicidade
WhatsApp chat