Instalações subterrâneas, qualificação da passagem de pedestres, setor privado como protagonista: as propostas para revitalização do Centro de Brusque

Publicidade
Utilidade pública

Acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFEBE apresentaram à população na noite quarta-feira (15), as propostas para revitalização do Centro de Brusque. O material foi apresentado no auditório do Bloco da Saúde (Bloco F) ao poder público, entidades, empresários, comunidade acadêmica e à população em geral. Instalações subterrâneas, qualificação da passagem de pedestres, o setor privado como protagonista no espaço público são algumas das propostas sugeridas. Veja todo o estudo AQUI!

Diretrizes

A proposta apresentada envolve estratégias elaboradas pelos alunos para padronizar calçadas e torná-las acessíveis. Diminuir áreas de estacionamentos nas vias para criar calçadões e priorizar o pedestre. Diminuir áreas de estacionamentos nas vias para criar ciclovias seguras e priorizar o ciclista. Utilizar espaços de estacionamentos privados que ligam duas vias para criação de edificações que incentivem usos diversificados e proporcionem áreas de conexão e permanência para os pedestres. Os alunos também desenvolveram ideias para o mobiliário urbano para pontos de ônibus que atendem os usuários.

Os estudantes exibiram as propostas elaboradas, de acordo com o diagnóstico dos pontos positivos e negativos de 17 vias que formam a área central de Brusque, entre ruas e avenidas. A sugestão deste estudo de revitalização para a área central surgiu do próprio Poder Executivo, em conversa entre o prefeito Ari Vequi e os professores da UNIFEBE. O diagnóstico envolve uma diversificada análise da área central do município e traz propostas para situações de mobilidade, estacionamento, mas, principalmente, a qualificação de passagens de pedestres.

Para elaborar as propostas, sob a orientação dos professores Alexssandra da Silva Fidelis e Karol Diego Carminatti, os acadêmicos levaram em consideração o resultado da Metodologia Internacional DOTS – Desenvolvimento Orientado ao Transporte Sustentável que, por meio de índices e métricas, qualificou as regiões.  No material apresentado pelos acadêmicos, estão as sugestões de revitalização para a Travessa Guilherme Krieger, Conselheiro Rui Barbosa, inserção de ciclo faixas, pontos de ônibus, áreas para descanso e para atividades itinerantes.

Desafio

Das propostas apresentadas pelos alunos, uma delas já pode sair do papel em breve. É o que propôs Anderson Buss, Engenheiro Civil da equipe técnica do Instituto Brusquense de Planejamento (Ibplan). Ao término do evento, o engenheiro lançou um desafio aos alunos: a construção dos Parklets mencionados por eles para a área central de Brusque. Parklets são Mobiliários Urbanos instalados no lugar de uma ou duas vagas de carros. São áreas próximas às calçadas, onde são construídas estruturas a fim de criar espaços de lazer e convívio. Neste sentido, o Ibplan se colocou à disposição para integrar à equipe dos alunos e realizar uma ação prática com essa proposta durante o primeiro semestre de 2022 no Centro da cidade. Ele falou à reportagem!

O coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFEBE, Marcelius Oliveira de Aguiar destaca o trabalho desenvolvido pelos alunos e o serviço que é prestado por meio da instituição acadêmica!

Os alunos desenvolveram a proposta em um mês de estudos e muita disciplina em sala de aula. Eles foram acompanhados e orientados pelos professores Karol Carminatti e Alexssandra da Silva Fidelis. Todo o trabalho foi desenvolvido nas disciplinas de Mobilidade Urbana e Mobiliário Urbano e Paisagismo. Para Karol, responsável pela disciplina de Mobilidade Urbana e também envolvido com o Planejamento Regional e Infraestrutra, as propostas surgiram da junção desses temas para analisar o Centro de Brusque sobre o aspecto das respectivas disciplinas!

A professora Alexssandra destaca que a experiência concedida à sétima fase do curso de Arquitetura e Urbanismo foi uma oportunidade única vivida pela turma para se planejar o futuro do Centro de Brusque!

Para a acadêmica Amanda Maestri do Nascimento, da sétima fase do curso de Arquitetura e Urbanismo, fazer parte das propostas de melhoria para o Centro de Brusque é motivo de orgulho para ela e os demais alunos do curso!

A reitora da UNIFEBE, professora Rosemari Glatz, foi ouvida na oportunidade pela reportagem ao término da apresentação.

Representando o Poder Executivo Municipal, na oportunidade o vice-prefeito de Brusque, pastor Gilmar Doerner, também falou ao Jornal da Diplomata!

Publicidade
Últimas notícias

Destaques da sessão da Câmara de Vereadores de Brusque nesta terça-feira, 28

A sessão da Câmara de Vereadores nesta terça-feira, 28, foi marcada por um debate em face da publicação de...
Publicidade
WhatsApp chat