Polícia Militar divulga ‘radiografia’ dos homicídios ocorridos neste ano em Brusque

Até o momento a cidade registrou seis homicídios

Publicidade
Utilidade pública

O 18º Batalhão de Polícia Militar (18º BPM), divulgou na tarde desta quarta-feira (29), uma análise dos crimes de homicídio registrados na cidade, em 2021. Os dados foram divulgados pelo comandante da PM, Tenente-coronel Otávio Manoel Ferreira Filho. “Primeiramente, analisando os homicídios de Brusque desde 2004, quando em Brusque cheguei, o número de ocorrências desse tipo de crime variou de 3 a 8 por ano”, destacou o comandante.

Nos últimos dois anos, Brusque teve cinco casos em cada ano, sendo que em 2021, até o momento, foram registradas seis mortes violentas. “Essa estatística corresponde àquelas ostentadas nos países desenvolvidos e faz com que Brusque se mantenha entre as cidades acima de 100 mil habitantes mais seguras do Brasil. Tal contexto é motivo de orgulho para os agentes de segurança pública e para as pessoas que adotaram Brusque como o seu domicílio”, enfatizou o Tenente-coronel.

Analisando os homicídios ocorridos neste ano de 2021, apesar de se perceber um aumento estatístico (de 5 para 6 ocorrências), quando comparado aos anos de 2019 e 2020, é possível afirmar que não houve diminuição na qualidade da segurança pública.

“Em que pese se tratar do crime de homicídio, verifica-se que todos os casos ocorridos em nossa cidade tiveram motivação passional, ou seja, envolvendo fortes emoções, não premeditados e sem ligação com outros crimes, como por exemplo o tráfico de drogas. As características desses homicídios tornam praticamente inviável a adoção de medidas preventivas por parte dos órgãos de segurança”, ressaltou o comandante. “A todos os casos foi dada rápida, justa e adequada resposta, com a imediata prisão em flagrante ou identificação dos autores pela Polícia Militar e, posteriormente, com o processo e a materialização das provas em curto espaço de tempo pela Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícia, demonstrando assim a eficiência desses órgãos. A qualidade e agilidade da resposta dos órgãos de segurança pública na resolução dos crimes faz com que nossa cidade permaneça a ostentar a ‘fama’ de que em Brusque os crimes não ficam impunes”, afirma.

Nos últimos 4 anos foram solucionados 100% dos homicídios.

Análise dos homicídios ocorrido neste ano de 2021:

1º Caso – no primeiro dia do ano, sexta-feira, por volta das 07 horas da manhã, no bairro Dom Joaquim. Padrasto de 34 anos tira a vida do enteado de 23 anos durante um desentendimento familiar utilizando uma faca.

Autor preso em flagrante pela Polícia Militar.

2º Caso – no dia 09/01, sábado, por volta das 19 horas, no bairro Santa Luzia. Mulher de 41 anos ao observar a sua irmã de 34 anos ser agredida e ameaçada de morte pelo próprio companheiro de 35 anos, veio a intervir utilizando-se de uma faca causando a morte deste ainda no local.

Autora presa em flagrante pela Polícia Militar.

 3º Caso – no dia 10/04, sábado, por volta das 19h30 no bairro Águas Claras. Homem de 30 anos, invade a casa de sua ex-companheira, mulher de 25 anos, para agredi-la, entretanto havia na casa um homem de 21 anos, amigo da mulher, o qual imobilizou a vítima com um golpe tipo “mata-leão” resultando no óbito deste por asfixia.

Autor preso em flagrante pela Polícia Militar.

4º Caso – no dia 20/05, quinta-feira, por volta das 14 horas, no bairro Bateas. Adolescente de 14 anos, matou o próprio pai, homem de 52 anos, com arma de fogo do pai.

Autor identificado e arma de fogo apreendida pela PM.

5º Caso – no dia 01/10, sexta-feira, por volta das 22 horas, no bairro Centro. Dois funcionários, de 20 e 24 anos, se desentenderam no horário de saída da empresa, onde o homem de 20 anos de posse de uma faca, com o auxílio de outro homem de 22 anos, veio atingir a vítima de 24 anos, resultando no óbito deste.

Um dos autores foi preso em flagrante e o outro identificado pela PM.

6º Caso – no dia 09/10, sábado, por volta das 05 horas da manhã, no bairro Azambuja. Todos estavam num bar/boate no bairro Primeiro de Maio, onde uma adolescente de 17 anos saiu do bar e foi para sua residência com a vítima, homem de 28 anos, em seguida o autor, homem de 21 anos, ex-companheiro da adolescente, mas que reside na mesma casa, chegou na casa pegou uma faca e atingiu a vítima causando o óbito desta.

Arma do crime apreendida e autor preso em flagrante pela PM.

Desses dados, verifica-se que os homicídios ocorridos neste ano de 2021 no município de Brusque, ao contrário do que ocorre em outras cidades, não possuem ligação com o crime organizado, tráfico de drogas e afins. Como já acima citado, são crimes passionais e na sua maioria dentro do ambiente das relações domésticas.

Publicidade
Últimas notícias

Carlos Renaux intensifica preparação para a estreia na Série B neste domingo, 29

Nesta quarta-feira (25), os atletas do Renaux deram sequência na pré-temporada e preparação para a estreia no Catarinense Série...
Publicidade
WhatsApp chat