Brusquenses são convocadas para a Seleção Catarinense de Voleibol

Publicidade
Utilidade pública

A semana começou cheia de emoção para duas atletas brusquenses, convocadas para a Seleção Catarinense de Voleibol. Joana Gevaerd Schaefer e Ana Karolina Bononomi, ambas com 15 anos, representarão Santa Catarina no Campeonato Brasileiro de Vôlei, que acontece entre os dias 7 e 12 de março, em Saquarema (RJ). As jovens integram a divisão especial do SUB-17 e se aproximam do sonho de uma vaga na seleção nacional.

“Fiquei surpresa, mas me dediquei muito para isso”, conta Joana, que treina desde 2015 onde iniciou nas escolinhas do Colégio São Luiz com a professora Simone e Prof. Daniel, ao lado de Ana Karolina, que hoje também representa o time de voleibol de Jaraguá do Sul.

Para alcançar a seleção catarinense, as amigas mantêm uma rotina pesada, que envolve treinos diários em quadra e academia. Uma vez por semana elas também se deslocam até Jaraguá do Sul, para jogar com o time que disputa o campeonato estadual.

“A expectativa agora é muito grande, assim como a vontade de me dedicar cada vez mais e ir em frente”, diz Ana Karolina que, em 2020, fez um intercâmbio com Joana e passou três meses jogando vôlei em quadras americanas.

Reconhecimento

Joana e Ana Karolina entram para a história de um expressivo grupo de atletas que despertou para a carreira nas aulas de Educação Física do Colégio São Luiz. O coordenador do curso, Fabrício Bado, comemora a convocação.

“O voleibol feminino sempre foi uma modalidade muito forte dentro na nossa cidade e graças a ele, aqui nasceu os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). A prática é incentivada dentro do nosso colégio, de onde já saíram muitos atletas para a seleção catarinense e nacional. Hoje, temos a Edna Schlindwein, que está na Superliga e joga em Brasília e a Carol Tormena, que frequentou a seleção brasileira nas categorias de base e agora joga na equipe do Zé Roberto, em Barueri. Temos a nova geração que vem aí, com a Joana e Ana, e isso nos orgulha muito”, afirma o coordenador.

Além do destaque de alunos em convocações no Estado e no país, o Colégio São Luiz mantém sua representatividade em quadra, com o título de campeão sul-americano no Chile em 2001 e campeão brasileiro nos Jogos Escolares em Brasília, no ano de 2000. “Estamos retomando a atividade após a pandemia e esperamos dar sequência nestes bons resultados”, projeta Fabrício.

À frente dos treinos de Joana e Ana Karolina, está o professor de Educação Física, Daniel Ricardo Pieper, de 38 anos, com toda a experiência de ser egresso do Colégio São Luiz e também convocado para a Seleção Catarinense de Vôlei em seu tempo de escola. “Fui atleta, bebi desta água e vivenciei a mesma situação. Temos uma cultura esportiva muito grande, incentivada pelos professores, e que se reforça na atividade extracurricular. O resultado é consequência de competência, paixão e de um processo bem desenvolvido pedagogicamente”, avalia o professor.

Publicidade
Últimas notícias

Brusque Basquete larga com vitória na Taça FCB; jogos seguem no final de semana

A equipe do Brusque Basquete/FME/Aradefe estreou com vitória na Taça FCB de Basquete Adulto. Jogando na Arena Brusque, o...
Publicidade
WhatsApp chat