Philarmonia Brusque fará primeiro circuito presencial de apresentações e palestras

Publicidade
Utilidade pública

Após o sucesso do projeto Chorando com o Bico Atrevido no ano de 2021, o grupo realiza, agora, o seu primeiro circuito presencial – shows e palestras – em quatro escolas estaduais do município de Brusque que atendem alunos do ensino médio noturno.

Apesar de o público alvo envolver os alunos do turno da noite, os eventos estarão abertos a todo o público estudantil de cada escola como professores e alunos dos demais turnos e à comunidade em geral com entrada gratuita.

DiaHoraUnidade EscolarAtividade
17/0220h30E.E.B. Santa TerezinhaPalestra
18/0220h30E.E.B. Santa TerezinhaShow
24/0220h30E.E.B. Feliciano PiresPalestra
25/0220h30E.E.B. Feliciano PiresShow
03/0320h30E.E.B. Gov. Ivo SilveiraPalestra
04/0320h30E.E.B. Gov. Ivo SilveiraShow
10/0320h30E.E.B. Mons. Gregório LocksPalestra
11/0320h30E.E.B. Mons. Gregório LocksShow

O grupo é formado por instrumentos acústicos de sopro, cordas e piano (piano digital): Ariane Ruaro da Silva – Flauta, Germano Norberto Rieg Huber – Sax tenor, Taina Schwamberg – Violino, Gabriel Niebuhr – Viola, Lucas Muraro – Contrabaixo, Sérgio Luiz Westrupp – Piano. Neste projeto o grupo conta com a participação da cantora Tatiane Krüger Niebuhr no vocal, pois as letras de algumas canções do repertório possuem uma grande relevância para ouvintes.

As palestras abordarão os aspectos sociais e musicais do Brasil do início do século XX como a organização social e cultural dos negros libertos em contraponto com a arte das elites brasileiras, bem como o surgimento dos dois gêneros musicais – choro e samba – que, aos poucos se tornam os elementos da identidade cultural brasileira. Para ilustrar este contexto os shows apresentarão um repertório significativo do período da história do Brasil do início da república através de várias composições de quatro compositores representativos da música brasileira desta época:

Brejeiro – Ernesto Nazareth

Com que roupa – Noel Rosa

Feijoada do Brasil – Chiquinha Gonzaga

Odeon – Ernesto Nazareth

Lua Branca – Chiquinha Gonzaga

Corta Jaca – Chiquinha Gonzaga

Branca – Zequinha de Abreu

Não se impressione – Chiquinha Gonzaga

Feitio de oração – Noel Rosa

Conversa de Botequim – Noel Rosa

Tico-tico no fubá – Zequinha de Abreu

A textura musical se enriquece com a sonoridade e os sentidos apresentados pela letra cantada enquanto que os contrapontos instrumentais característicos da linguagem do Choro mantém o diálogo com a melodia cantada. O duo de flauta e saxofone do Bico Atrevido é inspirado na proposta musical do mestre Pixinguinha enquanto que o trio de cordas cria espaços sonoros mais profundos e que são organizados pela harmonização e balanço rítmico do piano – característica particular do Grupo Instrumental Bico Atrevido.

Publicidade
Últimas notícias

Brusque Basquete larga com vitória na Taça FCB; jogos seguem no final de semana

A equipe do Brusque Basquete/FME/Aradefe estreou com vitória na Taça FCB de Basquete Adulto. Jogando na Arena Brusque, o...
Publicidade
WhatsApp chat