13.5 C
Brusque
sábado, julho 13, 2024
InícioNotíciasGeralChuvas: Brusque registra 38 ocorrências nos últimos dias

Chuvas: Brusque registra 38 ocorrências nos últimos dias

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Para análise da situação das chuvas em Brusque nas últimas horas, o prefeito interino Alessandro Simas esteve na Defesa Civil, na manhã desta quarta-feira (30), para acompanhar os trabalhos que estão sendo realizados. Até o momento a cidade conta com 38 ocorrências, com destaque para deslizamentos.

Simas falou sobre a situação da cidade e os trabalhos que a Defesa Civil vem realizando. “Acompanhamos algumas situações e relatórios da Defesa Civil, os atendimentos, e tivemos as informações junto às coordenações, que todos os atendimentos estão sendo feitos dentro do tempo. Temos situações de deslizamentos em áreas de risco, apenas uma família precisou deixar sua residência, era alugada. Aquelas famílias que possuem alguma situação de risco, pedimos que as famílias chamem a Defesa Civil. Os trabalhos estão sendo realizados e esperamos que o tempo melhore nos próximos dias,” disse.

Defesa Civil pede atenção dos moradores
Cugik destacou a necessidade de atenção já que as chuvas persistem nos próximos dias. “Estamos com chuvas constantes, desde sábado (26), na manhã desta quarta-feira (30), a Defesa Civil registrou até às 11h,, são 14. Dessas, parcialmente, uma parte dos cômodos não podem ser ocupados devido ao risco. O prefeito em exercício esteve aqui, e caso necessário, será convocado a reunião do Graque. A população deve permanecer atenta, o solo está muito encharcado, e esta chuva deve continuar até amanhã, segundo a Defesa Civil do estado,” esclareceu.

Ocorrências atendidas até às 11h desta quarta-feira (30)
Tipo de ocorrência – Total – Bairros
Alagamento em via pública – 01 – Dom Joaquim
Alagamento em residência – 05 – Dom Joaquim; Limeira
Deslizamento em residência – 14 – Águas Claras; Cedrinho; Limeira; Poço Fundo;
Primeiro de Maio; Santa Luzia; Steffen
Queda de Muro – 01 – Dom Joaquim
Risco de Queda de Muro – 02 – Souza Cruz; Zantão
Queda de Árvore – 03 – Azambuja; Centro I
Risco Queda de Árvore – 03 – Dom Joaquim, Guarani; Poço Fundo
Residência Vulnerável – 06 – Bateas, São Pedro; Tomaz Coelho
Rompimento de Tubulação – 02 – Rio Branco
Avaliação de Pontes – 01 – Limeira
Total de Ocorrências 38

Interdição Parcial (edificação)
03 (Poço Fundo; Santa Luzia – Deslizamento)

Interdição Temporária (edificação)
01 (Rio Branco – Rompimento de Tubulação)

Previsão para esta quarta-feira (30)
No decorrer da tarde e noite, a chuva se propaga em direção ao Litoral e Planalto Sul, mantendo sua forte intensidade. Os acumulados previstos para as áreas em vermelho do mapa, onde a cidade de Brusque está inserida, variam entre 70 e 150 mm, sendo que pontualmente os acumulados no período de vigência deste aviso podem superar os 200 mm, especialmente na Grande Florianópolis.

O risco para ocorrências associadas a chuva persistente e volumosa como alagamentos, deslizamentos, enxurradas e inundações é alto nas áreas em laranja e muito alto nas áreas em vermelho do mapa, que envolvem parte do Alto Vale, todo o médio e baixo Vale do Itajaí, a Grande Florianópolis e o Litoral Sul catarinense. Nas áreas em verde e amarelo, o risco é baixo e moderado, respectivamente.

Recomendações

Tempestade
Para os casos de tempestade, a recomendação é que os cidadãos se protejam em local abrigado, longe de placas, árvores, postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, a orientação é agachar-se com os pés juntos, a cabeça encostada no peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo as orelhas ou apoiadas nos joelhos. Se estiver na praia, jamais deve ficar na água. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, é importante que sejam desligados os aparelhos eletrônicos e que não se utilize o telefone. Também é recomendado ficar longe das janelas.

Nos casos de alagamento é importante evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Também evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e ter cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.
Qualquer problema deve ser comunicado à coordenadoria municipal de Defesa Civil, por meio do telefone de emergência 199.

Publicidade
WhatsApp chat