15.4 C
Brusque
sexta-feira, julho 19, 2024
InícioNotíciasEconomiaPesquisa da Fecomércio aponta gasto médio maior com presentes de Natal este...

Pesquisa da Fecomércio aponta gasto médio maior com presentes de Natal este ano

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Presidente do Sindilojas Brusque destaca movimentação no comércio e horários de atendimento estendidos neste período

O Natal é a data mais importante para o comércio. Ruas movimentadas, vitrines decoradas, comemorações de fim de ano e uma disposição maior em presentear, já são tradições em dezembro. Segundo pesquisa da Fecomércio SC, os catarinenses pretendem desembolsar, em média, R$ 528,28 nos presentes de Natal, alta nominal de 21,6% frente a 2021. Descontando a inflação acumulada dos últimos 12 meses (6,47%), o aumento real é de 14,2%.
“Os dados da pesquisa da Fecomércio SC sobre a intenção de compras e outros indicadores dão sinais de que este Natal deve ser um dos melhores dos últimos anos”, adianta o presidente da entidade, Hélio Dagnoni.
Com o endividamento abaixo da média nacional, o catarinense está mais confiante para ir às lojas. Em novembro, cerca de 62,7% estavam comprometidos com alguma dívida e 17,4% estavam inadimplentes em SC, diante de 78,9% e 30,3 % no país, respectivamente.
De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba, Marcelo Gevaerd, que também atua como vice-presidente do Varejo Catarinense na Fecomércio, a cada mês de novembro sempre há dúvida entre os comerciantes, sobre como será o Natal, porém, a data se mantém como a melhor do ano para o setor.
“Particularmente, estou há quase 40 anos no comércio e é sempre uma data em que o setor está aquecido. A própria pesquisa da Fecomércio traz dados neste sentido. Vamos acreditar nisso e colocar todos os nossos esforços nesta época importante do ano. Que possamos valorizar o comércio local, os empreendedores que a cada ano apresentam produtos para surpreender os clientes”, ressalta.
Com relação a Brusque, Gevaerd enfatiza que é perceptível o movimento em todo o comércio da cidade. “Temos visto bastante movimento, o próprio horário estendido no comércio, que possibilita as pessoas de se organizarem melhor para fazerem suas compras após o trabalho e afazeres, também contribui muito para esta movimentação e para as vendas. E os próprios lojistas, que têm apostado em trazer mais novidades, produtos para surpreender nesta data e com a qualidade que todos queremos ao adquirir um presente de Natal”, complementa.

Outros destaques da pesquisa da Fecomércio SC
• A percepção sobre a situação financeira tem peso na decisão: 45,3% dos entrevistados acreditam que estão melhores do que em 2021, 38,2% consideram similar e 15,8% afirmam que estão pior.
• O 13º também deve complementar o orçamento das famílias. Outra pesquisa da entidade mostra que 13,8% vai aproveitar a renda extra para garantir os presentes.
• Os itens que devem ser mais procurados vão de vestuário (32,4%) a artigos de perfumaria e cosméticos (10,5%).
• Embora o comércio de rua (51,3%) seja o principal destino, a participação da internet cresce ano a ano, saindo de 16,5% em 2019 para 21,9% este ano.
A pesquisa foi realizada com 2.109 pessoas, entre os dias 8 e 22 de novembro, nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joinville e Lages.

Publicidade
WhatsApp chat