10.9 C
Brusque
quarta-feira, maio 29, 2024
InícioNotíciasEducaçãoProfessora da EEF Dr. Carlos Moritz é finalista em prêmio nacional de...

Professora da EEF Dr. Carlos Moritz é finalista em prêmio nacional de Educação

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Iniciativa de robótica estimula o pensamento computacional e o raciocínio lógico em alunos da Educação Infantil

O projeto “O desenvolvimento do Pensamento Computacional e o Raciocínio Lógico na Educação Infantil”, da professora Joana Bertoldi, desenvolvido com 50 crianças de quatro a seis anos, das turmas do Pré I e II da Escola de Ensino Fundamental Dr. Carlos Moritz, no bairro Zantão, é um dos finalistas do prêmio Educador Transformador. Realizado pela parceria entre o Sebrae, o Instituto Significare e a Bett Brasil, o prêmio, que neste ano conta com 2.897 trabalhos inscritos, busca reconhecer e promover práticas educacionais transformadoras em todo o país. A divulgação do grande vencedor nacional ocorre em maio, em São Paulo, durante o evento Bett Brasil 2023. Além do finalista, a rede municipal de ensino brusquense teve outros três trabalhos selecionados para a etapa semifinal do prêmio.

De acordo com o diretor da EEF Dr. Carlos Moritz, Thiago Alessandro Spiess, tendo em vista o grande desafio que é o ensino de matemática nas escolas públicas, a equipe da escola, durante reunião pedagógica no início do ano letivo de 2022, refletiu sobre as maiores dificuldades encontradas pelos professores em sala de aula e alinhou algumas ações com o objetivo de desenvolver o pensamento computacional e o raciocínio lógico dos alunos.

Para isso, levou para a sala de aula a linguagem de programação e a robótica educacional com o uso de chromebooks, tela interativa, kits de arduíno, plataforma Scratch, programação de códigos em blocos e computação desplugada. Assim, no período letivo de 2022, a unidade teve três trabalhos exitosos desenvolvidos com alunos do Pré I e II, 2º e 6º ano do Ensino Fundamental dentro dessa perspectiva.

“Um desses trabalhos foi desenvolvido pela professora da Educação Infantil Joana Bertoldi, envolvendo 50 crianças, com idades entre quatro e seis anos, das turmas do Pré I e II. Na ocasião, Joana desenvolvia projetos durante a Hora Atividade da professora regente, e no primeiro semestre explorou o eixo Robótica”, explica. Segundo o diretor, o trabalho alcançou resultados tão importantes, que a professora levou suas crianças para participar da Feira Regional de Matemática, conquistando Menção Honrosa.

Ligação e expectativa

E, no início deste ano, a professora foi encorajada a inscrever seu trabalho, “O desenvolvimento do Pensamento Computacional e o Raciocínio Lógico na Educação Infantil”, no prêmio nacional “Educador Transformador”. “Na tarde do último domingo (16), recebi uma ligação da equipe organizadora do prêmio, fazendo alguns questionamentos, o que aumentou a expectativa pelo resultado. E então, na tarde desta segunda-feira (17), com a divulgação da lista dos finalistas, veio a confirmação da vaga de finalista do prêmio na Categoria Educação Infantil, representando a região Sul do Brasil”, revela a professora Joana Bertoldi.

Para ela, não é possível mensurar em palavras o reconhecimento obtido pelo seu trabalho. “Como profissional no início de carreira é marcante ser selecionada para concorrer em um projeto nacional. Acredito que isso motiva e inspira a seguir na carreira docente, buscando sempre inovar e transformar”, resume.

Como prêmio a professora receberá um pacote completo de participação no Congresso Bett Brasil 2023, incluindo ingresso para quatro dias, passagem aérea, hospedagem, alimentação e traslados, além de um certificado de finalista. A divulgação do grande vencedor será anunciada na Bett Brasil, que acontece no Transamerica Expo Center, em São Paulo, entre os dias 09 e 12 de maio.

Além da ação finalista, a SEME teve outros projetos inscritos no prêmio Educador Transformador. Dois da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e um da EEF Vendelino Wiemes, denominado “Árvore de Cedrinho e seus Valores: Sementes e Semeadores” – que chegaram à semifinal do concurso. “Esse prêmio já é um resultado do trabalho desenvolvido pela robótica educacional da Rede Municipal de Ensino. A professora Joana participou da formação oferecida pela Secretaria. É o coroamento de um trabalho que iniciou em 2021, com ênfase em 2022 e que agora em 2023 já conseguimos colher os frutos”, ressalta a secretária de Educação, Eliani Aparecida Busnardo Buemo.

O prêmio

O Educador Transformador é uma das novidades deste ano do congresso Bett Brasil 2023, e tem por objetivo reconhecer projetos educacionais transformadores, com foco na educação empreendedora, desenvolvidos por professores brasileiros de instituições de ensino, públicas ou privadas de todo país, divididos em sete categorias: Educação Infantil, Ensino Fundamental (anos iniciais e finais), Ensino Médio, Educação Profissional, Educação Superior e EJA (Educação de Jovens e Adultos). Nesta etapa decisiva, são 70 projetos finalistas.

Todos os vencedores das sete categorias serão contemplados com bolsa integral no curso de MBA em Educação Empreendedora A premiação ainda prevê mais cinco bolsas integrais para as instituições de cada um dos vencedores, além de troféu e certificado personalizado para cada ganhador.

Publicidade
WhatsApp chat