21.5 C
Brusque
domingo, abril 21, 2024
InícioNotíciasSaúdeDa Hora recebe mãe da menina Laurinha, criança que que enfrenta caro...

Da Hora recebe mãe da menina Laurinha, criança que que enfrenta caro tratamento em virtude da paralisia cerebral

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

No dia 23 de fevereiro, sexta-feira, será realizado o cachorro-quente solidário em prol da menina Laurinha. A campanha tem sequência neste ano, e acontece para que se possa arrecadar recursos para o tratamento da menina com as terapias semanais. São cerca de R$ 15 mil mensais no tratamento. Na quarta-feira, 21 de fevereiro, a menina completa 4 anos de vida.

Todos os meses uma ação é realizada para arrecadar valores para este fim. Laurinha enfrenta um caro tratamento em virtude da paralisia cerebral que se desenvolveu após a criança sofrer um acidente na piscina de sua casa, onde ficou cerca de 30 minutos em parada cardiorrespiratória.

Para falar sobre a campanha, as ações ao longo dos meses e o que levou a menina ao diagnostico desafiador, participou ao vivo do Programa da Hora desta terça-feira, 20, a mãe da Laurinha, Rafaela Rocha. Acompanhe a entrevista na íntegra.

O evento

O cachorro-quente solidário será no dia 23 de fevereiro, na Associação Ambavia, na rua Bulcão Viana, 466, no bairro Souza Cruz. O cachorro-quente tradicional de festa de igreja com linguicinha tem o valor de R$ 6 a unidade. Adquira antecipadamente pelo WhatsApp (47) 9 9950-2307. No local haverá venda de bebida de brigadeiros. Retirada ou consumo no local, das 17h às 22h.

Siga o perfil da Laurinha e acompanhe a evolução do tratamento. @ajudealaurinha

SAIBA MAIS

Em 31 de julho de 2022, a pequena Laura Rocha Guedes teve o curso de sua vida totalmente alterado em decorrência de um acidente doméstico na piscina da casa da família. Laura tem apenas três anos e oito meses, é sobrevivente de um afogamento grau 6 – mais de 30 minutos sem vida. Ao cair na piscina acidentalmente, permaneceu por 30 minutos inconsciente, o que a deixou com graves sequelas. Laurinha desenvolveu paralisia cerebral e desde então, a rotina de tratamento é diária, com altos custos e profissionais especializados. São cerca de R$ 10 mil mensais custos.  

Além das ações beneficentes, Laurinha possui uma vaquinha on-line em seu nome. Saiba como ajudar!

Publicidade
WhatsApp chat