21.5 C
Brusque
domingo, abril 21, 2024
InícioNotíciasGeralDoação de medula óssea é esperança para muitos pacientes com leucemia

Doação de medula óssea é esperança para muitos pacientes com leucemia

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Tipo agudo da doença é a principal indicação de transplante de medula óssea halogênico

Tipo de câncer que atinge os glóbulos brancos, que fazem a defesa do organismo, a leucemia, diferentemente de outras neoplasias, não apresenta causas bem definidas. Mas são conhecidos alguns fatores de risco tais como exposição prolongada e significativa ao benzeno, formol e à radiação, tabagismo, exposição a agrotóxicos e síndrome de Down.

Especialmente nas leucemias agudas, os principais sintomas são cansaço, falta de ar, sangramento, infecções, dores e manchas roxas pelo corpo e gânglios pelo corpo. A hematologista Tatiana Marconi da Oncoclínicas na Grande Florianópolis. fala ao Jornal da Diplomata especificamente sobre as leucemias “É importante ressaltar que anemias por deficiências nutricionais como a anemia por falta de ferro não apresentam risco de transformação para leucemia, assim como também não são uma doença contagiosa”, observa a hematologista

Acompanhe a entrevista repercutida pelo Jornal da Diplomata

Seja doador e busque o cadastramento

O cadastro para ser doador de medula óssea contribui para o aumento de possíveis doadores, aumentando as chances de encontrar alguém compatível. “Em tempos onde as famílias são cada vez menores, com menos irmãos, encontrar doadores não aparentados disponíveis é a esperança para muitos pacientes”, destaca a oncologista. Mas não basta fazer o cadastro, é preciso manter os dados atualizados como alterações no número de telefone, pois não é incomum um doador compatível não ser localizado.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), para se tornar um doador voluntário de medula óssea, é preciso ir ao hemocentro mais próximo da sua cidade, realizar um cadastro no REDOME (Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea) e coletar uma amostra de sangue (10 ml) para exame de tipagem HLA.

 Para se doador é necessário.

Ter entre 18 e 35 anos de idade (O doador permanece no cadastro até 60 anos e pode realizar a doação até esta idade);

Um documento de identificação oficial com foto.

Estar em bom estado geral de saúde.

Não ter nenhuma doença impeditiva para cadastro e doação de medula óssea.

Tatiana Dias Marconi  É hematologista da Oncoclinicas.

Publicidade
WhatsApp chat