12.5 C
Brusque
terça-feira, julho 23, 2024
InícioAgendaEventos das IgrejasParóquia São Luís Gonzaga inicia celebrações de Primeira Comunhão

Paróquia São Luís Gonzaga inicia celebrações de Primeira Comunhão

Data:

Publicidade

spot_img
spot_img
spot_img

Até dia 28 de abril mais de 330 crianças da Matriz e das 11 Comunidades receberão o sacramento

No sábado, 13 de abril, a ansiedade e alegria tomou conta das crianças que receberam o sacramento da Eucaristia pela primeira vez, na missa das 10h e das 16h, na igreja Matriz, da Paróquia São Luís Gonzaga. Diante dos pais, padrinhos e familiares, as crianças deram o primeiro passo na vida eucarística. Até 28 de abril, mais de 330 catequizandos da paróquia, formada por 12 Comunidades, farão a Primeira Comunhão.

Marcada por dois momentos importantes, a Renovação das Promessas Batismais e a Comunhão, a celebração é um marco na vida cristã. “Hoje a Paróquia começa a viver a festa da Eucaristia, onde mais de 300 crianças recebem Jesus pela primeira vez. Faz parte do processo de Iniciação à Vida Cristã (IVC), do qual eles já estão há mais de dois anos, iniciando com a formação que os pais tiveram, a catequese das crianças, as celebrações e todo esse itinerário de amadurecimento cristão. Eles se prepararam de maneira mais próxima com a celebração da Páscoa e a confissão que fizeram pela primeira vez, purificando o coração, e agora estão preparados para receber a Eucaristia”, explica o pároco, padre Diomar Romaniv.

Além de participar da comunhão pela primeira vez, durante a celebração as crianças também renovam as promessas do batismo. “Um dia os pais e padrinhos prometeram educá-los na fé, trazê-los na igreja, ensinar os mandamentos. E hoje as crianças, já mais conscientes dessa graça que receberam, renovam diante da Igreja o compromisso de continuar cultivando e alimentando a fé, participando das celebrações, continuando a caminhada da catequese de IVC até receberem o sacramento do Crisma”, ressaltou o pároco.

Fé, amor e milagre

Durante a homília, o padre Diomar pediu para as crianças lembrarem de três palavras: fé, amor e milagre. Sobre a fé, o pároco ressaltou que ela é necessária para reconhecer Jesus presente entre nós. “A fé nos ajuda a reconhecer Jesus presente entre nós na Palavra, na comunidade, na Eucaristia”, falou.

A segunda experiência que o pároco frisou foi o amor de Deus, que ama cada um de nós e quer sempre estar perto. “A Eucaristia é a expressão do amor de Deus que está sempre conosco. Hoje ele não vai estar presente somente no sacrário, mas sim dentro de nós, para nos dizer que nos ama tanto que agora participa da nossa vida e vai junto conosco para todos os lugares. E nós devemos ser recíprocos o amando assim como ele nos ama”, afirmou.

Por último, padre Diomar falou sobre o milagre, e lembrou que todos os dias a Igreja presencia o milagre da Eucaristia, através da consagração do pão e vinho. “Trazer Deus para o pão é um milagre, na confissão vocês também receberam um milagre: Deus agiu através do padre para perdoar os seus pecados. Então, todos nós temos a oportunidade de ver os milagres acontecerem todos os dias, em todas as missas nós presenciamos isso. Assim, hoje nesta festa da Eucaristia, no tempo da Páscoa, nós somos convidados a guardar no nosso coração estas três experiências”, finalizou.

Alegria de conduzir os filhos no caminho da fé

Entre os pais das 97 crianças que receberam a eucaristia, estava o casal Jaqueline Medeiros Merízio e Fernando Merízio. Para eles, ver a filha, Eduarda Merízio, receber Jesus pela primeira vez foi um momento emocionante, marcante e de muita alegria. “Nosso coração está cheio de gratidão e alegria por termos a oportunidade de ter acompanhado toda a caminhada da Eduarda na IVC e hoje celebrar esse momento sagrado de receber Jesus e ter essa vivência tão próxima com ele”, falou Jaqueline.

O marido compartilhou do mesmo sentimento, assim, o casal que possui uma grande fé, se emocionou ao ver a filha seguindo no caminho de Deus, o que foi prometido no batismo e agora se renovou durante a celebração. “A primeira Eucaristia é um dos momentos mais especiais da nossa vida na fé, e poder, como pais, apresentar a nossa filha o amor de Deus é o sentido do nosso viver. Hoje estamos muito emocionados e completamente realizados por estarmos conduzindo ela na fé católica”, afirmou Fernando.

O casal agradeceu também a catequista da filha por auxiliá-los nesta caminhada, tão importante que foi a IVC. “Ela era apaixonada pela catequista e isso deixou esse caminho ainda mais lindo. A Bianca é um amor de pessoa, tem uma entrega fabulosa, ela nos deu as mãos e caminhou junto nessa preparação. Foi uma jornada compartilhada, não teríamos conseguido sem ela e sem o apoio dos padres”, frisou a mãe.

As celebrações serão realizadas ainda nos dias 20, 21, 27 e 28 de abril, nas 12 comunidades da Paróquia.

Publicidade
WhatsApp chat