Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque aprovam texto da Convenção Coletiva de Trabalho 2019/2020

O sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque (Sintimmmeb) realizou na manhã deste domingo, 26 de maio, Assembleia Geral Extraordinária para discutir a contra proposta do sindicato patronal referente a Convenção Coletiva de Trabalho 2019/2020. 

Na assembleia realizada pelos trabalhadores, no dia 19 deste mês, a proposta apresentada pelos patrões, que incluía reajuste do piso da categoria e plano de saúde abaixo da inflação e limitação do acesso ao pagamento de 50% de reembolso de medicamento com receita médica às esposas dependentes, havia sido rejeitada pelos metalúrgicos.

Com isso a diretoria levou as reivindicações dos trabalhadores ao patronal. Na assembleia realizada neste domingo, 26, os trabalhadores aprovaram o reajuste salarial em 5,5% (inflação – INPC- Índice Geral de Preços ao Consumidor nos últimos dozes meses, de 5,07%, mais 0,43% de ganho real), reajuste do plano de saúde, continuidade do acesso às esposas ao benefício do reembolso ao medicamento e aumento do piso da categoria para R$ 1.430,00. 

As demais cláusulas sociais já haviam sido aprovadas na reunião anterior. Entre elas, está o direito às trabalhadoras metalúrgicas a mais 90 dias de estabilidade no emprego, além dos quatro meses de licença maternidade previstos em lei. Os trabalhadores da categoria têm, ainda, carga horária reduzida de 44 horas semanais para 43,5h, sem redução de salário, prêmio assiduidade semestral de R$285,00, podendo chegar a R$570 no ano, entre outros benefícios e garantias.

“Agradecemos a participação de todos os trabalhadores da categoria que estiveram presentes às assembleias. A força dos trabalhadores propiciou que conseguíssemos manter conquistas históricas e, dessa forma, contribuir para que a classe se beneficie com acesso à saúde de qualidade, garantias trabalhistas e as cláusulas econômicas. Entendemos que, diante da realidade econômica brasileira e do custo de vida da nossa sociedade, ainda não é o ideal. Porém, a participação dos trabalhadores nos mostra que é possível construir uma unidade da classe metalúrgica e continuar lutando por uma categoria forte, independente, buscando conquistar ainda mais direitos”, comentou o presidente do Sintimmmeb, Eduardo de Souza. 

Fonte: Assessoria

Compartilhar

Publicidadespot_img
Publicidadespot_img
Publicidadespot_img

Relacionados

Carlos Renaux sofre eliminação ao ser derrotado pelo Inter de Lages; Catarinense B

Carlos Renaux perde e está eliminando da Série B Em...

Carteira perdida

Foi perdida uma carteira com documentos pertencentes a Camille...

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta semana

167 novos casos da doença foram registrados durante a...

Bombeiros atendem capotamento de veículo no bairro Poço Fundo

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das...

Edgar Lopes (PTB) fala sobre pré-candidatura de deputado federal por SC

Na manhã deste sábado, 13, o Jornal da Diplomata...

Jocimar dos Santos (DC) fala sobre pré-candidatura de deputado estadual na ALESC

Na manhã deste sábado, 13, o Jornal da Diplomata...
WhatsApp chat