Projeto ‘geladeira solidária’, no bairro Limeira Baixa, doa alimentos a quem precisa durante a pandemia

O agente de saúde explicou que na troca da sua própria geladeira por uma maior, a pequena ficou ociosa e, em meados do mês de março, já idealizava o projeto com base em experiências vistas na internet.

Outras notícias da semana

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta quinta-feira (19)

A cidade de Brusque registrou 122 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Agora são 7.262 casos confirmados, sendo que 6.755 são considerados...

Polícia Militar aborda veículo e apreende drogas e munições

A Polícia Militar apreendeu drogas e munições durante abordagem de um veículo na rodovia Antônio Heil, por volta das 18h40, nas imediações do bairro...

Samae informa falta de água em diversos bairros nesta terça-feira (24)

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Brusque (Samae) informa que o abastecimento de água para diversos bairros do município será comprometido,...

Diretor da Fundação Cultural fala sobre projetos habilitados através da Lei Aldir Blanc

O resultado da fase de habilitação do edital para a distribuição dos recursos da Lei de Emergência no município de Brusque, já está disponível...

A ‘Geladeira Solidária’ do Jilvan Barreto, no bairro Limeira Baixa, na rua Vitório Otaviano Floriani, tornou-se um exemplo de solidariedade em meio à pandemia do novo coronavírus. O agente de saúde explicou que na troca da sua própria geladeira por uma maior, a pequena ficou ociosa e, em meados do mês de março, já idealizava o projeto com base em experiências vistas na internet. A geladeira, pintada com as cores do Brasil, fica na calçada em frente à residência de Jilvan.

Com o aumento de desempregados por conta da pandemia, Jilvan decidiu colocar em prática o quanto antes possível, para ajudar pessoas necessitadas.

“Acelerei o projeto por causa da pandemia e foi pensado justamente para incentivar a solidariedade e ajudar as pessoas que estão desempregadas”, destacou.

Jilvan é um “solidário influencer”, pois já participou de diversos projetos no bairro. 

“Gosto de fazer isso, de estar envolvido com projetos sociais que ajudem as pessoas, temos que sermos solidários e a vida de se torna melhor com apoio de cada um”, frisou.

Jilvan relatou que com a cobertura da mídia e do impacto nas redes sociais muitas pessoas entraram em contato com o projeto, no entanto, o idealizador do projeto diz que no momento não tem condições de buscar e levar os alimentos.

“Não tenho estoque de alimentos, quero deixar claro – se tivesse levaria até às pessoas”, declara.

Acompanhe entrevista concedida ao Jornal da Diplomata pelo Jilvan!

Jilvan Barreto

Conheça mais sobre o projeto, visitando a página do Jilvan no Facebook!

Últimas postagens

Consulado do Inter em Brusque arrecada R$ 7.500 com rifa em prol da Laurinha

O consulado do Sport Clube Internacional em Brusque realizou uma rifa em prol da campanha Salve Laurinha. Com cerca de 40 sócios e mais...

Médico Phelipe de Souza comenta sobre a segunda onda da Covid-19

O médico alergista e imunologista Phelipe de Souza falou ao Jornal da Diplomata na manhã desta quinta-feira, 26, sobre os impactos da segunda onda...

Posse da nova diretoria da RFCC e também evento realizado pelo Rotary foram destaques do Jornal da Diplomata

Na manhã desta quinta-feira, 26, o Jornal da Diplomata repercutiu a eleição da nova diretoria da Rede Feminina de Combate Câncer de Brusque (RFCC)....
Publicidade
WhatsApp chat