Acaert e Abert emitem notas de repúdio após declarações do governador Carlos Moises

Outras notícias da semana

Campanha arrecada roupas e alimentos para família que teve casa atingida por incêndio

Moradores de Brusque e região estão arrecadando roupas e comida para doarem à uma família que teve a casa destruída por um incêndio nesta...

Covid-19: Prefeitura de Brusque edita novo Decreto com restrições, após matriz vermelha em SC

A Prefeitura de Brusque editou no final da tarde desta quinta-feira (26) o Decreto número 8.789, que dispõe sobre as medidas de prevenção e...

Presidente da ACIBr fala sobre leitos de UTI e como fica o setor econômico com a mudança da matriz de risco

Como é de conhecimento de todos a matriz de risco em nossa região voltou ao risco gravíssimo o que provocou alterações no funcionamento de...

COVID-19: Boletim epidemiológico de 25 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 213 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.179 pessoas que já contraíram a doença. Deste...

A Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão- ACAERT repudia as declarações feitas hoje pelo Governador Carlos Moisés da Silva durante um evento transmitido ao vivo para empresários em nível nacional.

Durante o evento, Carlos Moisés da Silva insinuou que a imprensa catarinense deveria ser cerceada através da pressão de empresários, na condição de anunciantes dos veículos de comunicação, em torno do que ele considera um “jornalismo decente”.

A ACAERT considera que esse tipo de manifestação demonstra, por parte do governante, um total desconhecimento do papel da imprensa, que tem a obrigação de divulgar toda e qualquer informação que for de interesse público e para o bem da sociedade.

Reforçamos ainda que o segmento não mediu esforços, desde o início da pandemia, para levar a informação precisa aos catarinenses, reforçando os protocolos de segurança das autoridades de saúde e dando ampla divulgação, principalmente, aos esforços do Governo do Estado no combate à COVID-19, que teve horas exposição na programação das principais emissoras de Santa Catarina.

Nos surpreende, portanto, o conteúdo dessas declarações pelo tom de ameaça e as insinuações autoritárias, uma vez que o próprio mandatário elogiou e agradeceu publicamente por diversas vezes em coletivas de imprensa a cobertura profissional que vem sendo feita pelos mesmos veículos que hoje ele pede que sejam responsabilizados por fazerem justamente aquilo que lhes é de obrigação, informar a população.

ABERT

Esperamos que prevaleça o respeito com o segmento da comunicação e com a democracia, na qual a liberdade de imprensa é um direito inegociável e não pode sofrer qualquer tipo de pressão ou insinuação por parte de quem quer que seja. Como proferiu a suprema corte americana ao absolver os jornais que divulgaram documentos secretos: “A imprensa deve servir aos governados, não aos governantes”. Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) repudia as afirmações do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), que, nesta sexta-feira (8), durante debate virtual e após tecer críticas ao trabalho da imprensa, sugeriu que empresários do estado pressionem os meios de comunicação, usando a condição de anunciantes, em uma clara tentativa de cerceamento à imprensa livre, plural e independente. É lamentável que o governador desconheça o real papel dos veículos de comunicação profissionais, que, principalmente em um momento de crise sanitária mundial, exercem a missão fundamental de informar a sociedade. A ABERT lembra que a imprensa tem uma responsabilidade social na manutenção da democracia e da diversidade de opinião, e qualquer tentativa de coação é um ataque à liberdade de expressão. Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão

Últimas postagens

Recadastramento de aposentados está suspenso até o fim do ano

 A exigência da prova de vida anual de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está suspensa até o fim do...

Homem fica ferido após tombamento de caminhão no bairro Limeira

Por volta das 19h30 de sábado, 27, o serviço de segurança da cidade atendeu um tombamento de caminhão na Rua José Walendowski, bairro Limeira....

Obituário de sábado 28 de novembro

Funerária Guabiruba Faleceu às 15h40 de sexta-feira, 27, Maria Marlene Mosimann, 59 anos, que morava na Rua Antônio Carminati, São Pedro. Corpo velado na capela...

Brusque registra o 64º óbito relacionado a Covid-19

Brusque registra o 64º óbito relacionado a Covid-19 A Vigilância em Saúde informa o 64º óbito por Covid-19 em Brusque. Trata-se de um homem de...

COVID-19: Boletim epidemiológico de 27 de novembro

Brusque registrou nas últimas 24 horas 307 novos casos de Covid-19. Agora, a cidade conta com 8.692 pessoas que já contraíram a doença. Deste...
Publicidade
WhatsApp chat