Escritório Modelo de Design de Moda da UNIFEBE auxilia empresas e comunidade na geração de negócios têxteis e de moda

Publicidade
Utilidade pública

O Escritório Modelo de Design de Moda do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) atendeu nesta quarta-feira (28) seu primeiro cliente. O serviço gratuito destinado a empresas e comunidade em geral visa auxiliar, por meio de consultorias, empreendedores que desejam montar seu próprio negócio ou solucionar problemas pontuais do ramo têxtil e de moda.

A egressa de Administração, Carolina Felipps Andriolli, foi a primeira cliente do projeto. Proprietária de uma facção do segmento fitness, Carolina entrou em contato com o Escritório Modelo, após iniciar uma negociação com um cliente de São Paulo, para trabalhar também com customização de camisetas e estampas próprias. 

O escritório tem auxiliado na montagem do orçamento e do primeiro escopo do plano de negócios para a parceria com este novo cliente. As estudantes, sob a supervisão da professora Alini Cavichioli apresentaram uma simulação, possíveis fornecedores e a projeção dos próximos seis meses de trabalho, num cenário hipotético de parceria.

“Com o apoio do Escritório Modelo, já tenho uma linha para aperfeiçoar minhas pesquisas e apresentar a minha primeira proposta. Achei essa iniciativa do curso fantástica, tanto para os acadêmicos como para a comunidade, pois auxilia diretamente no desenvolvimento de empresas e no crescimento desses estudantes como profissionais”, salienta Carolina.

O projeto, que é novo na região, funcionará como uma pré-incubadora, viabilizando a montagem de um modelo de negócio e acompanhamento das ações sugeridas. “Além de trabalhar com consultoria, iremos orientar e dar suporte para empresas, com reposicionamento de marca, problemas na produção, modelagem. Todas as áreas que envolvam a área têxtil e moda”, explica a professora supervisora do projeto, Alini Cavichioli. 

De acordo com a coordenadora de Design de Moda da UNIFEBE, professora Jô Rosa, o Escritório Modelo será também uma porta de entrada para o mercado de trabalho, visto que as consultorias são realizadas pelos próprios acadêmicos sob a orientação de um professor do curso.

“Faremos esse contato entre as empresas e os estudantes, pensando no desenvolvimento de um plano de carreira e auxiliando nos processos de vaga de emprego. Uma das nossas metas é que todos os acadêmicos do curso estejam empregados na área, até a 8ª fase”, destaca Jô.

O atendimento gratuito à comunidade e empresas do ramo também será destinado a Organizações Não Governamentais (ONGs), com oficinas gratuitas de corte e costura, modelagem e muitos outros. Os interessados nos serviços do Escritório Modelo podem agendar um horário por meio do e-mail designmoda@unifebe.edu.br.

Para o Pró-reitor de Graduação, professor Sidnei Gripa, o Escritório Modelo amplia os atendimentos que a instituição oferece à comunidade. “São em iniciativas como esta que nossa missão como universidade comunitária se cumpre, transformando conhecimento científico em prol da população e do crescimento regional”, finaliza Gripa.

Serviços de consultoria e orientação são realizados gratuitamente. (Foto: Divulgação/UNIFEBE)
Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico deste domingo (26)

Nas últimas horas 10 novos casos da doença foram confirmados O boletim epidemiológico divulgado pela Diretoria de Vigilância em Saúde...
Publicidade
WhatsApp chat