Endemias e Vigilância Sanitária passam a atuar em conjunto no combate à dengue

Publicidade
Utilidade pública

A Secretaria Municipal de Saúde de Brusque comunica que a partir de 17 de maio, o Programa de Endemias, em conjunto com a Vigilância Sanitária, passa a realizar fiscalização em recicladoras, borracharias, ferros velhos, depósitos de materiais, cemitérios e afins, locais identificados pela equipe técnica como “pontos estratégicos”.

A medida segue a Instrução Normativa 002/2021 da Secretaria Municipal de Saúde, publicada em 30/04/2021, que estabelece evitar a propagação de doenças transmitidas por vetores – febre amarela (Aedes albopictus) e dengue (Aedes aegypti).

A atuação será conjunta pois, no presente momento, Brusque totaliza 1.147 focos positivos (locais com presença de larva do mosquito aedes aegypty). São 82 pontos estratégicos com 99 focos, sendo 12 positivos e 25 pontos estratégicos são reincidentes em focos positivos. Em relação aos casos de dengue, desde o começo deste ano de 2021, o município soma doze ocorrências.

Reincidências geram ação conjunta

De acordo com a diretora da Vigilância em Saúde, Ariane Fischer, o Programa de Endemias já realiza intensivamente a fiscalização desses locais, realiza orientações e eliminação de possíveis criadouros. “No entanto, o que se verifica é a repetição da conduta de descuidar do ambiente em alguns estabelecimentos, com a identificação de reincidência considerável de focos positivos. Este é o motivo da implantação da ação conjunta entre o Programa de Endemias e a Vigilância Sanitária”, explica Ariane Fischer.

O Aedes aegypti é um mosquito muito pequeno, tem apenas sete milímetros, mas é capaz de transmitir várias doenças. As mais importantes e conhecidas da população, são a dengue, o zika vírus, a febre amarela e a chikungunya.

As quatro são doenças distintas, ainda que em algumas delas os sintomas possam ser semelhantes, ao menos no princípio. A doença que se desenvolve depende do vírus que o mosquito carrega.

A infecção pelo vírus dengue pode ser assintomática ou sintomática. Os sintomáticos podem variar de quadros leves até quadros graves, podendo evoluir para óbito.

Publicidade
Últimas notícias

Boletim da Covid-19 deste sábado, 12, informa óbito e 70 novos casos

COVID-19 – Boletim epidemiológico 12 de junho 70 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h O novo...
Publicidade
WhatsApp chat