Magia do Natal: Família do pequeno Gabriel recebe surpresa do Pelznickel que chega de helicóptero na Fazenda Aero Amil

Publicidade
Utilidade pública

Dizem que a proporção da fé de cada indivíduo não se julga nem se mede. E quando uma criança pede com tanta devoção pela saúde de um pai, a frase parece ter ainda mais efeito. Foi assim com o pequeno Gabriel Dutra, de 11 anos. Na mesma semana em que sua cartinha enviada ao Pelznickel foi lida e publicada nas redes sociais, ele conseguiu alcançar um dos pedidos: ‘subir’ ao céu de avião para falar com Deus e pedir pela melhora do seu pai, Amarildo Debatin, vítima de infarto dia 12 de outubro, no interior de um supermercado no bairro Guarani.

E nesta segunda-feira (13), um dia depois de completar exatos dois meses do maior susto já enfrentado pela família, Gabriel e sua família receberam uma surpresa especial: a visita do Pelznickel, que chegou de helicóptero na Fazendo Aero Amil, onde a criança mora com sua família e garante o trabalho da mãe, Amanda Dutra, no bairro Limoeiro. A surpresa veio acompanhada de boas notícias: uma farmácia de Guabiruba, comovida com a história e pedido especial do Gabriel, doou a Amarildo alguns medicamentos que ele precisa fazer uso contínuo. A doação dará um respiro nas compras dos medicamentos que são necessários para sua sobrevivência.

Momento da entrega dos remédios à família do Gabriel. (Foto: Juliane Ferreira/Diplomata FM)

Tudo foi preparado com carinho e cuidado para que a surpresa fosse possível. E assim, a família foi surpreendida pela chegada do helicóptero da empresa Florisa, conduzido pelo comandante Marcelo da Silva, responsável por levar à Fazenda o Pelznickel, acompanhado da Christkindl – ajudante do São Nicolau. Eles entregaram pessoalmente à família uma cesta e os medicamentos doados pela farmácia. Marcelo é integrante da Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (Abraphe), e conta como foi participar da surpresa à família do Gabriel. “Para nós da família Florisa Tinturaria foi muito gratificante fazer esse voo, junto com o Pelznickel, que é uma tradição germânica, muito bonita da nossa região. E também por poder ajudar a realizar o sonho do Gabriel e da sua família, conduzindo a bordo da aeronave o Pelznickel, para fazer a entrega até o aeródromo onde eles residem. Foi muito legal e gratificante”, destacou o piloto.

Encontro da Sociedade Pelznickel com a família e Fábio Reis, da Fazenda Aero Amil. (Foto: Juliane Ferreira/Diplomata FM)

“Aqui tem uma doação de remédios que a gente conseguiu para você”, anunciava o Pelznickel ao encontrar a família, pela primeira vez desde o recebimento da cartinha. Tomados pela emoção, a família definiu em lágrimas a alegria do encontro. Gabriel correu para recepcionar os ‘novos amigos’. O pai conta que a primeira reação em meio a tudo que tem vivido nos últimos dias é a surpresa pelo fato da cartinha ter sido lida pelo Pelznickel. “Fiquei mais surpreso ainda por ver todo mundo querendo ajudar, fiquei feliz e sinceramente não esperava essa repercussão toda”, conta. “A gente espera ser lembrado de outras maneiras, não por uma doença, mas foi desta forma que aconteceu comigo”.

Veja como foi a chegada do Pelznickel na Fazenda Aero Amil

Rifa solidária

No momento há uma rifa solidária em prol de Amarildo, promovida por Regiane Aparecida Bambinetti, a bombeira voluntária que auxiliou nos primeiros socorros dia 12 de outubro. O bilhete custa R$ 5, será sorteado dia 20 de dezembro e terá como prêmio um edredom. A arrecadação deve ajudar a custear a sequência da compra de remédios, que somam um valor alto à família por mês. Para adquirir, basta fazer contato por meio dos números (47) 9 9642-1686 (Regiane) ou (47) 9 9759-7684 (Amanda).

Um coração para cuidar

Os cuidados com o coração, que bate a 22% da capacidade, são rigorosos. Amarildo explica que nem a caminhada é permitida. A esperança é conseguir um transplante, mas, até lá, o uso dos medicamentos indicados pelo médico são cruciais para o bom desempenho do coração, na medida do possível. Os remédios são trocados esporadicamente a cada reação semanal. Padeiro de profissão, o guabirubense conta que sente falta da rotina e da vida que levava antes do infarto. “Eu trabalhava em duas padarias todos os dias, começava cedo e parava só à noite.  Sempre trabalhei assim, e para a gente que não consegue ficar parado é bem complicado, mas tenho que cuidar e fazer o que o médico pede”, destaca.

Mensagens que são como batimentos cardíacos

Toda a repercussão da cartinha do Gabriel tem surtido efeito direto ao coração do pai. Amarildo conta que, cada vez mais, tem sentido todas as orações e energias positivas das pessoas que enviam mensagens de apoio ao saberem da sua situação. “Queria agradecer a todos e muito obrigado a Regiane e a colega dela, que me salvou no dia 12 de outubro (bombeira voluntária estava no supermercado). Só me lembro que estava no mercado, caí lá dentro, e depois acordei no hospital. Não senti dor nenhuma, e nunca senti nada parecido antes”, lembra Amarildo.

Onde tudo começou

Visivelmente emocionada, Amanda Dutra Buth, mãe de Gabriel, recorda de quando o filho deu início à carta. “Tudo começou aqui dentro, nesta fazenda, mas não esperava que tomaria essa proporção. Durante toda aquela semana o Gabriel sentava ali perto do avião e me dizia para ler a cartinha dele, mas como estava com o Amarildo no hospital, sempre dizia que não dava tempo, porque tinha que trabalhar e ir para o hospital. Era essa a rotina. Na sexta-feira o Amarildo ganhou alta, no sábado vi a carta. Desabei, porque não sabia que seria um pedido tão singelo da parte do Gabriel”, comenta a mãe.  

Gabriel já visitou os Pelznickel várias vezes. E foi para eles que quis escrever quando tomou a iniciativa de fazer algo pelo pai. Na quinta-feira, dia 9, quando entrou em um avião pela primeira vez, confessa que ficou um pouco nervoso, até meio tonto, mas a surpresa de voar para falar com Deus e pedir pelo pai o encheu de alegria e coragem.

Para Fábio Juliano Reis, responsável pela oficina mecânica de aeronaves que fica na Fazenda Aero Amil, de propriedade de Amilton José Reis, assim que teve conhecimento do vídeo a ideia foi tentar proporcionar ao Gabriel a experiência de voar para que ele pudesse ir falar com Deus. E deu certo. “Quando vi o vídeo, logo pensei: ‘vamos proporcionar esse voo ao menino’. E deu certo, colocamos ele na aeronave e realizamos o voo”, conta. O espaço da fazenda concentra uma oficina de helicópteros, oficina de aviões, Escola de Aviação, restaurante e uma capela ecumênica. Aos sábados, o local fica aberto para quem gosta de apreciar aviões pousando e decolando.

Surpresa que veio do céu

Nesta segunda-feira, quem também viveu uma experiência diferente foi o próprio Pelznickel, ao voar de helicóptero pela primeira vez para visitar a família do Gabriel e chegar de surpresa à fazenda. Desde o recebimento da cartinha do Gabriel, uma sinergia foi mobilizada para buscar uma forma de ajudar a família, e a primeira delas foi a corrente de oração que se formou após a publicação do vídeo. “O grupo todo se comoveu, porque a gente recebe várias cartinhas, mas quando elas são simples e de coração, elas mexem com a gente. E o pedido dele não era sobre presente ou bem material, era simples e de coração pela família. E é isso que o Pelznickel traz, de acreditar que pode ser diferente. Nós também não sabíamos a repercussão que isso iria tomar, mas ficamos bem felizes porque o Natal é transformar as pessoas e lembrar do verdadeiro sentido dele. Todo mundo se ajudou, o próprio Fábio aqui da fazenda se mobilizou, é tudo simples, mas que mostra que o natal pode ser diferente”, destacou o Pelznickel, que não existe só para assustar e finalizou com seu clássico ‘Brubhhhhh’.

Pelznickel a bordo do helicóptero, a caminho da casa do Gabriel. (Foto: Juliane Ferreira/Diplomata FM)

Hoje, a Sociedade do Pelznickel é formada por mais de 90 pessoas que se doam para realizar um trabalho totalmente voluntário para transformar o Natal de Guabiruba em uma grande praça de encantamentos e sustos, também. Durante sua realização, a PelznickelPlatz recebe visitantes de diversas regiões do país que vem a Guabiruba conhecer o encanto e a magia do Natal com o Pelznickel. 

Veja aqui o vídeo que deu início a história do Gabriel que, munido de sua inocência e coragem, buscou ajuda para a saúde do pai.

Gabriel e os irmãos Guilherme e Maria Fernanda Juntos dos pais, Amanda e Amarildo. (Foto: Juliane Ferreira/Diplomata FM)
Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira (26)

575 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h Brusque registrou 575 novos casos de Covid-19 nas...
Publicidade
WhatsApp chat