Em coletiva de imprensa, Secretaria de Saúde anuncia medidas de enfretamento ao surto de infecção respiratória no município

Secretaria anunciou que, no momento, não há necessidade de reabertura do Centro de Triagem

Publicidade
Utilidade pública

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Brusque realizou na tarde desta terça-feira (11), uma coletiva de imprensa com a presença do Secretário de Saúde, Osvaldo Quirino de Souza e sua equipe. Também esteve presente no ato o prefeito em exercício, Pr. Gilmar Doerner e o médico infectologista, Dr. Ricardo Freitas.

Na oportunidade foram repassadas informações sobre as ações contra a Covid-19 e a onda de síndrome gripal, no município. Além disso, a Secretaria anunciou que, no momento, não há necessidade de reabertura do Centro de Triagem, conforme solicitação em oficio da Associação Empresarial de Brusque e Conselho de Entidades do município, já que ações estão sendo planejadas e executadas na cidade para o atendimento a população sintomática respiratória.

De acordo com o Secretário de Saúde, Dr. Osvaldo Quirino de Souza, foram disponibilizados mais 15 médicos para reforçar e prestar o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Policlínica, além de um médico a mais para regimento de 24h no Hospital Dom Joaquim e Azambuja.

A partir de quinta-feira, na Praça Barão de Schneeburg, será disponibilizado um ônibus com profissionais de saúde e duas tendas de testagem que estarão à disposição da população na Praça Barão de Schneeburg e Terminal urbano, com consultas que poderão ser feitas na hora. Em relação ao Terminal Urbano, a tenda será informativa. “São medidas adotadas em caráter de emergência, diante da realidade atual do município”, destacou o Secretário de Saúde.

A Secretaria de Saúde acredita que a reabertura do Centro de Triagem neste momento não se faz necessária, tendo em vista que já há uma estratégia e logística a disposição  e a ser executada na cidade para atender toda a demanda deste surto de infecção respiratória.

Para o médico infectologista da rede municipal de saúde, Dr. Ricardo Freitas, este surto de infecção respiratória atual é resultado de toda a aglomeração de pessoas durante o réveillon 2021/2022. “A infecção atual, H3N2, influenza do tipo A, pegou todos de surpresa, e não há vacina disponível, ela deve chegar em março. O que é considerado tardio, já que muitas pessoas tem se contaminado dia a dia”, observa. “Focos de enfrentamento da pandemia neste momento é: evitar a mortalidade e a morbidade”, destaca o médico.

No Jornal da Diplomata de quarta-feira destacaremos amplamente este assunto, com entrevistas realizadas pela reportagem e repercussão dos ofícios encaminhados ao Secretário de Saúde pela ACIBr e Conselho de Entidades do município onde externam “preocupação acerca do aumento gradativo de pessoas buscando atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) com sintomas gripais”.

Publicidade
Últimas notícias

Covid-19: Confira o boletim epidemiológico desta quarta-feira (26)

575 novos casos da doença foram registrados em Brusque nas últimas 24h Brusque registrou 575 novos casos de Covid-19 nas...
Publicidade
WhatsApp chat